O jeito certo

Faça críticas construtivas ao seu chefe sem sair prejudicado

Por mais que tenham um discurso de que críticas são importantes para o aprimoramento, muitos chefes não aceitam opiniões dos profissionais

SÃO PAULO – Muitos profissionais sabem o quanto é arriscado oferecer feedback ao seu chefe, ou críticas construtivas, já que as pessoas não sabem lidar com esse tipo de avaliação, normalmente. Por mais que tenham um discurso de que críticas são importantes para o aprimoramento, muitos chefes não aceitem os comentários de seus próprios subordinados. Escolher entre fazer ou não o feedback é uma decisão que deve partir da análise de seu ambiente de trabalho, cultura e padrões de comportamento dos colegas.

1. A pessoa certa
Pode parecer que seu chefe é a pessoa certa para tal crítica ou comentário, mas é recomendável que você avalie a hierarquia da empresa para que não passe na frente de ninguém e seja prejudicado. Analise quais são as atitudes que seus colegas normalmente adotam e veja as repercussões dessas ações. A partir dessa análise identifique a pessoa certa com quem você deve conversar.

2. A solução
O problema que você identificou pode não ser tão simples de resolver. Pode até mesmo acontecer de seu chefe saber dessa falha, mas não ter opções para solucioná-la. Antes de fazer qualquer crítica, procure identificar tentativas de solução que seu chefe possa ter empregado. Você deve saber das circunstâncias e implicações antes de falar do trabalho de outra pessoa, especialmente do de seu chefe. Talvez seja mais produtivo chegar com uma sugestão de solução do que com uma crítica.

PUBLICIDADE

3. Se você for novo funcionário
Todo início de trabalho é complicado. Por conta disso, é importante que você escolha com cuidado o tipo de base que quer dar para que as pessoas construam a imagem que formam de você. Talvez seja melhor arriscar e fazer seus comentários, ou é mais recomendável que você espere mais tempo para conseguir assimilar o conjunto de aspectos que formam e envolvem esse problema, para então ter credibilidade suficiente para apontá-lo, juntamente com alguma sugestão, é claro.

4. Garanta seu trabalho
Para que as pessoas escutem suas sugestões e críticas construtivas elas devem confiar em seu desempenho e credibilidade. Isso depende diretamente de como você faz seu trabalho e se envolve com as pessoas do escritório, por isso não fale nada sem que a sua parte esteja perfeitamente garantida.

5. Limite seus comentários
Ao invés de criticar tudo relacionado a determinado projeto ou desempenho procure pontuar apenas os pontos principais, mais visíveis e alcançáveis. Isso irá trazer mais crédito para o que você fala e talvez uma abertura flexível para próximas conversas.

6. Pergunte ao seu chefe
Uma alternativa é perguntar para seu chefe para quem as sugestões poderiam ser feitas. Você pode falar algo como “Clarice, tenho algumas sugestões sobre o processo de cobrança e gostaria de saber com quem posso conversar sobre o assunto”. A partir da reação de seu chefe você conseguirá perceber a mentalidade que ele possui em relação ao feedback ou críticas construtivas.

Veja mais matérias de Carreira no Universia