Expurgos: Caixa começa a pagar créditos para quem tem até R$ 1 mil a receber

Créditos até R$ 1 mil serão pagos a vista entre os dias 11 de junho e 17 de julho, beneficiando cerca de 17 milhões de trabalhadores

SÃO PAULO – Depois de um longo tempo de espera, enfim os trabalhadores começam a receber os créditos complementares do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) devido por conta das perdas obtidas com os planos econômicos Verão (jan/89) e Collor I (abr/90).

Dezessete milhões assinaram o Termo de Adesão

Todos os trabalhadores que mantinham saldo de FGTS na época e que assinaram o Termo de Adesão do acordo do governo, terão direito de receber o dinheiro das perdas. No entanto, vale lembrar que nesta primeira etapa serão pagas apenas as contas com saldos a receber de até R$ 1 mil. Esses trabalhadores receberão o dinheiro à vista entre os dias 11 de junho e 17 de julho. Os demais, com valor a receber superior a R$ 1 mil, receberão seus saldos em parcelas semestrais que serão pagas a partir da última semana de julho.

No total foram computados 17 milhões de adesões ao acordo do governo, sendo que 13,9 milhões (ou 81,7%) correspondem às contas com até R$ 1 mil a receber. Contudo, este número poderia ser ainda maior se todos os trabalhadores com direitos aos créditos tivessem assinado o Termo de Adesão. Neste caso, o total de trabalhador com créditos de até R$ 1 mil, subiria para 35,3 milhões, o que representaria 106,8 milhões (94%) do total das contas com direitos ao complemento, já que ocasionalmente cada trabalhador pode ter mais de uma conta vinculada do FGTS.

Cronograma de pagamento

O pagamento dos saldos até R$ 1 mil será feito a partir desta terça-feira (11/06) para os trabalhadores que, no momento da adesão, indicaram o número de sua conta bancária para o crédito do complemento. Dentre os 13,9 milhões de trabalhadores, 5,4 milhões receberão o credito em conta, o que equivale ao pagamento aproximado de 16,2 milhões de contas.

Em seguida, a partir do dia 19 de junho, recebem os trabalhadores de empresas conveniadas com a Caixa, cerca de 1,8 milhões. Neste caso, o crédito será discriminado na folha de pagamentos da empresa e será devido juntamente com o salário do mês de junho. Por fim, os demais trabalhadores, que não se enquadram em nenhuma das situações mencionadas, receberão seus complementos de acordo com a data de nascimento.

PUBLICIDADE

Se você faz parte do grupo de trabalhadores com até R$ 1 mil a receber, então deve ficar atento ao calendário de pagamento dos expurgos para não perder o prazo para efetuar o saque do seu dinheiro.















































A partir deQuem recebeTrabalhadores beneficiadosNº de contasValores (R$ milhões)
11 de junhoTrabalhadores que indicaram conta corrente5.421.66316.264.9891.386
19 de junhoTrabalhadores cujos empregados estão no convênio FGTS-Empresa1.800.0005.400.0000,460
26 de junhoNascidos em janeiro, fevereiro e março1.670.2595.010.7770,427
3 de julhoNascidos em abril, maio e junho1.670.2595.010.7770,427
11 de julhoNascidos em julho, agosto e setembro1.670.2595.010.7770,427
17 de julhoNascidos em outubro, novembro e dezembro1.670.2615.010.7830,428
Totais13.902.70141.708.1033.555

Fonte: Caixa Econômica Federal