Explicação do cansaço no trabalho pode estar na forma como se utiliza o cérebro

De acordo com o médico Auro Del Giglio focar nos pontos fracos serve apenas para aumentar a perda de energia

SÃO PAULO – O cansaço e a falta de produtividade relatada por diversos profissionais têm mais explicações do que é possível imaginar. Embora o estresse seja muito apontado como principal culpado, a forma como as pessoas utilizam o cérebro também pode ser uma das explicações.

Conforme mostra o livro “Brainconomics – descubra suas habilidades e maximize sua eficiência”, do médico Auro Del Giglio, a fadiga no trabalho pode ser causada pela forma como as pessoas utilizam seus cérebros. Assim, da mesma forma que isso aumenta a fadiga, pode contribuir para evitá-la.

Evitando a fadiga no trabalho
O livro mostra que poupar energia cerebral ajuda a evitar a fadiga no trabalho. Isso pode ser feito se o profissional focar nas habilidades que domina e não se atentar nas suas fraquezas.

PUBLICIDADE

O médico explica que é comum as pessoas se preocuparem em aprimorar seus pontos fracos. “O que não está correto”, ressalta. O que acontece é que quando tentamos fazer coisas que não dominamos, estamos gastando uma grande energia cerebral, que poderia ser melhor aproveitada para aprimorar nossos pontos fortes.

Esse equívoco no uso da energia cerebral causa desperdício de energia e, consequentemente, um cansaço nas atividades profissionais. Além disso, as atividades que cada profissional sabe fazer melhor também são aquelas que sentem mais prazer, o que motiva e dá mais energia para o trabalho e as atividades diárias.

Dica ao líder
Segundo o médico, o ideal é que o líder consiga diferenciar as equipes de acordo com seus pontos fortes. Em sua análise, é importante que o líder consiga constituir equipes que privilegiam os pontos fortes de seus integrantes, assim, “terá resultados mais promissores, minimizando o cansaço e a desmotivação dos seus colaboradores”.

Algumas sugestões, elaboradas pelo autor do livro, que ajudam a não sentir cansaço no trabalho

– Procure trabalhar com o que sabe fazer;
– Ao focar nos seus pontos fortes, terá mais prazer na atividade e menos cansaço;
– Não perca tanto tempo tentando aprimorar suas fraquezas. Aceite-as;
– Equilibre sua vida pessoal e profissional;
– Inclua estratégias para maximizar o tempo.