AO VIVO Radar InfoMoney fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Radar InfoMoney fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Expectativa quanto ao desemprego cai para menor nível em quase 8 anos

Segundo dados do INEC, o índice atingiu no primeiro trimestre 101,2 pontos, uma queda de 4,2% em relação a dezembro

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os brasileiros estão mais pessimistas com relação ao emprego. Segundo o INEC (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor), divulgado nesta quinta-feira (2) pela CNI (Central Nacional das Indústrias), a expectativa em relação ao desemprego é a menor desde novembro de 2001, com 101,2 pontos, queda de 4,2% quando comparado a dezembro do ano passado.

O estudo revela ainda que os consumidores brasileiros estão receosos com relação à confiança de emprego desde o terceiro trimestre de 2008. Neste período, a expectativa de desemprego foi de 129,5 pontos. Já no último trimestre do ano passado caiu para 105,6 pontos.

Este resultado pode ser explicado pela forte queda na atividade econômica e os recorrentes anúncios de demissões.

Expectativas

PUBLICIDADE

Para 51% dos brasileiros o desemprego irá aumentar nos próximos três meses. Já 19% dos entrevistados acreditam que os índices de desemprego irá aumentar muito no próximo trimestre.

Por outro lado, 17% dos brasileiros afirmaram que o índice de desemprego não irá mudar. Outros 13% acham que o número de desempregados será menor e apenas 1% afirmaram que o número de desempregados irá cair muito.

Confiança por idade

A pesquisa também revelou que 53% das pessoas, com idade entre 25 e 29 anos, acreditam que o índice de desemprego será maior no próximo trimestre. Em seguida, compartilham com a mesma ideia os idosos (50 anos ou mais) e as pessoas entre 30 e 39 anos de idade, ambos com 52% das opiniões.

Por outro lado, os jovens estão entre os otimistas que afirmaram que no próximo trimestre o desemprego irá diminuir. Para 15% deles a situação com relação ao emprego irá melhorar. Seguido pelas pessoas entre 40 e 49 anos, com 14%.

Por grau de instrução

O levantamento constatou que 58% dos entrevistados que possuem o ensino superior completo acreditam que o índice de desemprego irá aumentar no próximo trimestre.

Já 14% dos entrevistados com ensino médio completo e até a quarta série do ensino fundamental estão entre as pessoas que acreditam que o índice de desempregados irá diminuir.

Metodologia

O Inec é elaborado a partir de pesquisa de opinião pública de abrangência nacional, conduzida pelo Ibope com 2.002 pessoas. A pesquisa tem periodicidade trimestral e foi realizada entre os dias 11 e 15 de março, para esta última edição.