Executivo: veja qual o comportamento ideal para alcançar o sucesso

Atente às próprias atitudes para que consiga exercer seu papel e atingir objetivos; responsabilidade é fundamental

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O sucesso dos negócios depende bastante de fatores do mercado em que ele está inserido. No entanto, existem fatores internos das empresas que devem ser bastante relevantes, principalmente relacionados com as atitudes dos executivos que as coordenam.

Você, executivo, sabe qual o comportamento ideal que deve ter dentro da empresa? Caso a resposta seja negativa, veja abaixo dez dicas comportamentais que o ajudam em seu emprego e no bom desempenho da empresa.

Responsabilidade

O executivo está em uma posição mais privilegiada na empresa, já que ele tem mais autonomia e, normalmente, coordena toda uma equipe. Exatamente por estes motivos ele deve ser responsável por tudo o que coordena. Observe suas atitudes: assim que a corda estoura você coloca a culpa em seu subordinado e denigre a imagem dele?

Aprenda a investir na bolsa

Este tipo de atitude é totalmente inaceitável. As empresas não gostam de comandantes que não assumem os prejuízos de sua área.

Produtividade

Apesar dos funcionários serem a massa que executa as atividades dentro das empresas, os executivos também dever ter produtividade. Isso significa encontrar soluções, respostas e novos questionamentos e não apenas assistir ao que acontece dentro da empresa.

Isso exclui as soluções superficiais, as quais não são bem analisadas dentro das empresas. Elas querem novos projetos, não repetição do que já existe no mercado.

Iniciativa

Ousadia é a palavra chave entre os executivos. Para o seu próprio sucesso profissional e da empresa, é preciso ter iniciativa, conquistada com muita ousadia e, é claro, ética. Quem não arrisca, não consegue resultados.

Tenha alma renovadora, isso que diferencia o empreendedor do empresário e que faz com que você seja reconhecido pelo que faz.

Autoconfiança

Acreditar no potencial não implica arriscar, sem ter noção de que caminho irá seguir. É necessário obedecer estágios, respeitar o plano de carreira e se basear na própria realidade financeira.

Boa postura

PUBLICIDADE

Ter uma boa postura e saber como reagir em diversas circunstâncias abrem muitas portas para executivos. Muitas vezes, as pessoas cometem gafes e sequer percebem. Com isso, tanto a imagem do funcionário como a da empresa que representa ficam prejudicadas.

As pessoas têm que ser agradáveis, escolher bem os assuntos que abordarão, o tom de voz, as roupas. Nada pode ser forçado.

Autocontrole

O autocontrole não diz respeito somente aos momentos em que alguém faz algo que o incomode muito. Imagine uma conversa dentro do seu escritório, da qual você não está participando.

De repente alguém fala sobre algum assunto que você realmente conhece e tem muitas informações a respeito. Você consegue ficar calado? Se a resposta for positiva, parabéns. Poucas pessoas conseguem se controlar nesta situação. Agora, se isso acontece de vez em quando é normal, já que em alguns momentos é preciso ajudar.

No entanto, se isso acontece a todo o momento, cuidado! Você pode estar atrapalhando. As pessoas que estão conversando, se precisarem de sua ajuda, certamente irão pedir. Além disso, responder às dúvidas delas pode parecer que você quer apenas “aparecer” ou mostrar-se superior. Fique atento!

Criatividade

Cada vez mais a criatividade tem sido vista como um diferencial no mercado de trabalho e instrumento preponderante para quem deseja crescer na carreira, principalmente entre os que ocupam cargos mais altos na hierarquia de uma empresa.

Pontualidade

A reunião está marcada para as 15h e são 14h55 e você ainda está no trânsito, o que quer dizer que certamente chegará atrasado. A atividade deve ser entregue na terça-feira, mas é noite de domingo e você está longe da conclusão.

Pois saiba que este tipo de atitude é sintoma da falta de pontualidade, postura que demonstra um comportamento negativo no mercado corporativo. Imprevistos acontecem, mas não deixe virar rotina.

Reciclagem

PUBLICIDADE

Nenhuma empresa quer apenas uma máquina em frente ao computador, fazendo somente aquilo que mandam. Além de executar as atividades diárias, o que é fundamental, é preciso buscar novos conceitos.

É preciso experimentar e abrir mão de preconceitos que podem somente prejudicar sua carreira. É claro que neste processo existe a questão do medo, o que é normal, já que estamos falando de seres humanos e não máquinas.

Organização

A organização pode ser o veículo que conduz a empresa à maior produtividade. Já os executivos, com metas mais claras, infra-estrutura melhor composta, esquema de trabalho definido, entre outros benefícios conquistados, podem enfim realizar o sonho de dedicar tempo e energia à própria vida.

Com a realização alcançada por ambas as forças, o resultado tende a ser o melhor possível: equipe motivada e trabalho eficiente!