Executivo: saiba como se dá o processo de inovação nas empresas

Entender como acontece a inovação é importante para criar ambientes favoráveis a ela dentro das organizações

SÃO PAULO – O empreendedor bem-sucedido é inovador e visionário. Mas como se dá o processo de inovação? Ele acontece quando as pessoas notam algo que estava na frente delas, mas não era perceptível.

Entender isso é importante para criar ambientes favoráveis à inovação dentro da empresa, os quais, segundo o especialista em manejo comportamental e empreendedorismo, Luiz Fernando Garcia, permitem ao empresário planejar a inovação, sem que dependa apenas do acaso.

Processo

Segundo Garcia, existem quatro fontes de inovação, que são visíveis e estão presentes no contexto da empresa:

  • Sucesso ou fracasso inesperado;
  • PUBLICIDADE

  • Comparação da realidade como ela é e como deveria ser;
  • Necessidade de acompanhar o mercado quando há uma mudança no setor;
  • Mudanças externas que acarretam oportunidades: demográficas (ou seja, populacionais); mudanças de percepção do ponto de vista da empresa ou do consumidor; conhecimento novo, seja ele científico ou não.

Quanto às mudanças demográficas, podemos citar um exemplo: vamos supor que há anos um executivo administra uma franquia do ramo alimentício em um bairro residencial que, no período de um ano, se transforma em um lugar comercial. Com a proliferação de empresas, certamente, aumenta o fluxo de consumidores, bem como muda o perfil do público-alvo. Eis uma chance para inovar.

“As linhas que delimitam essas quatro fontes de oportunidades inovadoras são nebulosas e existe uma considerável sobreposição entre elas”, opina o especialista.

Como funciona a liderança inovadora

Saber entusiasmar pessoas pela sua própria crença, não dar ordem ou determinar aspectos. Inspirar sua equipe a perseguir seus objetivos junto com ele. Ter sensibilidade, talento e percepção. Saber diferenciar poder e autoridade.

Assim o consultor José Rafael Medeiros define as características do líder contemporâneo, de perfil inovador. Para ele, a base dessa liderança é justamente o equilíbrio entre autoridade e poder, entre razão e emoção.

Na opinião do consultor, o executivo precisa utilizar a razão e a sensibilidade: ter visão no futuro, acompanhando as mudanças à sua volta. O grande diferencial do líder está numa equipe motivada e inspirada.