Nos EUA

Executivo receberá indenização de US$ 80 milhões por menos de 2 meses de trabalho

Pagamento inclui US$ 20,5 milhões em dinheiro, US$ 56,5 milhões em patrimônio líquido e US$ 2,5 milhões em bônus

arrow_forwardMais sobre
Rob Marcus, CFO of Time Warner Cable, poses after speaking at the Reuters Media Summit in New York, December 1, 2008. REUTERS/Brendan McDermid

SÃO PAULO – Apenas alguns meses depois de ocupar o cargo de CEO da TWC (Time Warner Cable), empresa de TV a cabo norte-americana, Rob Marcus irá receber uma indenização de US$ 79,9 milhões, já que a companhia está sendo vendida para a Comcast Corp.

De acordo com a Bloomberg, o pagamento inclui US$ 20,5 milhões em dinheiro, US$ 56,5 milhões em patrimônio líquido e US$ 2,5 milhões em bônus. A indenização representa um aumento de quase oito vezes sobre a remuneração de US$ 10,1 milhões que Marcus recebia como diretor de operações.

Marcus está à frente da empresa há menos de dois meses, sendo que em fevereiro ele aceitou a oferta de US$ 45 bilhões da Comcast pela TWC. O acordo, que irá unir as duas maiores empresas de entretenimento dos Estados Unidos e permitir mais força nas negociações com fornecedores e programadores, ainda aguarda aprovação regulatória.