STOCK PICKERS AO VIVO Fernando Goes fala sobre o "Caso Cogna": como usar (e como não usar) o mercado de opções?

Fernando Goes fala sobre o "Caso Cogna": como usar (e como não usar) o mercado de opções?

Tragédia

Executivo do Spotify está entre os mortos do atentado em Estocolmo

O ataque aconteceu em uma das ruas do centro comercial de Estocolmo, quando um caminhão desgovernado atropelou vários pedestres, matou quatro e deixou outros quinze feridos 

SÃO PAULO – Chris Bevington, diretor de parcerias globais e desenvolvimento de negócios do Spotify, foi um dos mortos no ataque em Estocolmo, na Suécia, nesta última sexta-feira (7). Quem confirmou a morte foi o presidente executivo da plataforma de streaming, Daniel Ek, em seu Facebook, neste domingo (9).

“É com choque e um coração pesado que posso confirmar que Chris Bevington da nossa equipe perdeu a vida no ataque em Estocolmo”, disse Ek na rede social.

O ataque aconteceu em uma das ruas do centro comercial de Estocolmo, quando um caminhão atropelou vários pedestres, matou quatro e deixou outros quinze feridos. A polícia já prendeu um suspeito, e em entrevista coletiva neste domingo, afirmou que é possível que tenha sido um ataque terrorista, a julgar que “o suspeito era conhecido por ter simpatia com atitudes extremistas”, de acordo com informações da BBC.

PUBLICIDADE

“Chris teve um grande impacto não apenas no negócio, mas em todos que tiveram o privilégio de conhecer e trabalhar com ele. Não há palavras para descrever como ele fará falta e quão triste estamos todos a tê-lo perdido assim”, afirmou Ek em homenagem ao companheiro de equipe. Segundo o presidente executivo a principal tarefa agora é “dar suporte à família e aos entes queridos de Chris de todas as formas que podermos”.

Benvington tinha 41 anos e deixa sua esposa e dois filhos. Ele morava na capital sueca e trabalhava no Spotify há 5 anos.