Remuneração

Executivo do setor de Óleo e Gás no Brasil ganha até R$ 25 mil

Estudo da Michael Page mostra as diferenças salarias entre brasileiros e latino-americanos, que em alguns setores superam 100%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO -Os executivos brasileiros ganham 72% mais que seus pares latino-americanos. Os dados são do estudo da Michael Page, que comparou a remuneração de 29 cargos entre médias e grandes empresas no Brasil, Argentina, Chile e México.

De acordo com o diretor executivo do grupo Michael Page no Brasil, Marcelo De Lucca, a América Latina representa hoje cerca de 15% do faturamento do grupo no mundo e o Brasil vem alcançando cada vez mais posição de destaque. “O crescimento dos últimos anos associados ao peso da nossa economia contribuiu para esse cenário”, explica.

Diferenças salariais
Dados da pesquisa mostram que áreas como a de vendas, engenharia, incorporação e financeira pagam muito acima da média no Brasil em relação aos demais países. “Um diretor de operações que atua no varejo brasileiro pode ganhar o dobro do que o profissional similar mais bem pago da região, que é o Chileno”, explica o diretor da Michael Page.

PUBLICIDADE

No setor imobiliário a remuneração de um diretor no Brasil chega a ser 91% maior de que o segundo colocado. “No caso do mercado de Oil & Gas as diferenças salariais ultrapassam 100%”, conclui.

Vizinhos
O estudo apontou que a estabilidade e solidez da economia chilena fizeram com que a remuneração no país superasse a argentina e mexicana. De Lucca explica que o Chile ocupa a segunda posição entre os países com melhor remuneração, uma vez que vive um bom momento econômico, com moeda estável, atraindo investimentos externos, além de contar com profissionais bem qualificados, tanto chilenos quanto expatriados.

Segundo o diretor da Michael Page em um futuro próximo não será surpresa a Colômbia figurar entre os países que melhor remuneram. O país não participou dessa amostra da pesquisa, mas ele afirma que já evidente que o país oferece muitas oportunidades para profissionais com boa formação.

Já a economia Argentina, embora fique atrás da chilena no quesito remuneração, desde 2011 vem apresentando uma melhora. “Não podemos subestimar nossos vizinhos. A Argentina tem uma economia maior e mais dinâmica que a chilena e pode a qualquer momento, feitas as reformas e tomadas as corretas decisões políticas, ressurgir com força”, afirma.

Confira o estudo:

DivisãoCargoRemuneração Brasil (mil)Remuneração México (mil)Remuneração Argentina (mil)Remuneração Chile (mil)

*Salários apresentados em dólar americano, com a cotação de 17/08/2012. Foram utilizadas as seguintes taxas de câmbio:
Brasil: US$ 1 = R$ 2,02
México: US$ 1  =MX$ 13,16
Argentina = AR$ 4,61
Chile  = CLP 483,25

PUBLICIDADE
Banking & Financial ServicesCFO12 – 269,5 – 13,5 17 – 2213,5 -18,5
Engineering & ManufacturingGte Manut

 4,5 – 9

3,7 – 6,9 7,5 – 8,59,5 – 11 
FinanceDir Adm Fin 9 -216,5 – 98,5 – 1210 – 15
HealthcareGte Produto 4 – 10 4 – 7N/A N/A 

Human
Resources

Gte Organiz 5 – 124,5 – 6,55,5 – 6,5 6 – 10
InsuranceDiretor Operações 10 -1710 -14N/A 10 -15 
LegalGte Jurídico 7 – 124 – 67 – 9 N/A
Marketing

Gte Com/Mkt

 5 – 94 – 64 – 55 – 8
Oil & GasGte Engenh 7,5 – 253,5 – 5,2N/A N/A 
Property & ConstructionDir Tec Operac12 -25N/A N/A 9 – 14
RetailDiretor Operações10 -164,5 – 7N/A 8 – 14
SalesGte TI9 – 2510 – 229 – 1210 – 20
Supply Chain & Procurement

Gte
Logística

5 – 104 – 6,7 7,5 – 9,77,5 – 12,5 
 TaxDir Plan. Tributário12 -207.,5 – 9N/A N/A 
 Information TechnologyDiretor TI 9 – 208 – 15 6,5 – 8,58- 14