Hector Sants

Executivo do Barclays pede licença por estresse após 10 meses no cargo

Hector Sants foi contratado pelo Barclays no final do ano passado para comandar a área de compliance e relações governamentais do banco

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente-executivo da Financial Services Authority, órgão regulador do sistema financeiro britânico, Hector Sants, entrará de licença até o final deste ano após dez meses de trabalho no Barclays. Segundo o porta-voz do banco, o motivo do afastamento é “exaustão e estresse”.

De acordo com o site do jornal The Wall Street Journal, o executivo foi contratado pelo Barclays no final do ano passado para comandar a área de compliance e relações governamentais do banco. A contratação do mesmo – que recebeu um pacote de remuneração de 3 milhões de libras esterlinas – fazia parte da missão do banco de reinventar sua imagem depois de uma sucessão de casos que prejudicaram a reputação, como o envolvimento em um escândalo de manipulação de taxas de juros.

Ainda segundo o porta-voz da empresa, Sants deve voltar a trabalhar em janeiro, quando completará um ano no emprego atual.

Aprenda a investir na bolsa

A pausa do executivo retoma a discussão sobre a exaustão e pressão de profissionais de finanças. Em agosto, um estagiário do Bank of America morreu após trabalhar por 72 horas praticamente sem descanso. O estudante da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, aproveitou as férias de verão para estagiar no escritório do banco em Londres. Faltava menos de uma semana para o estágio ser concluído.