Executivo deve construir uma carreira sustentável, diz especialista

Para construir uma carreira sustentável, é necessário pensar na vida profissional como uma pessoa que administra um negócio

SÃO PAULO – A vida profissional de um executivo é cercada de cobranças e metas a serem alcançadas. Por este motivo, muitos estão focados somente no presente, deixando de lado questões como redução de renda devido à aposentadoria ou até mesmo ao desemprego.

Para não sofrer com estas situações, o CEO (Chief Executive Officer) da Lens & Minarelli e autor do livro “Carreira Sustentável” (Ed. Gente), José Augusto Minarelli, afirma que é necessário construir uma carreira sustentável. 

“Muitos desses executivos deixaram as empresas onde atuavam com nenhum ou poucos amigos, poucas informações sobre o mercado de trabalho e baixa auto-estima, o que dificulta ainda mais uma volta satisfatória”, diz.

PUBLICIDADE

Ele acrescenta que, de modo geral, apenas um quarto dos profissionais cogitava abrir um negócio próprio, “o que os colocava na incômoda situação de terem de aceitar, inclusive, remunerações inferiores às que recebiam”, declara.

Construção da carreira
Segundo o especialista, para construir uma carreira sustentável, é necessário que o profissional pense em sua vida profissional como uma pessoa que administra um negócio, ou seja, deve investir em informação e conhecimento.

O executivo também deve desenvolver competências que possibilitam aproveitar transições que o mercado impõe. Além disso, é importante construir uma rede de relacionamentos ampla a partir de iniciativas de marketing pessoal permanentes, como participar de associações, comparecer a eventos e lançamentos de livros e até usar a internet intensivamente para ampliar os contatos.

“Poucos executivos se dão conta do quão importante são os relacionamentos na construção de uma carreira mais duradoura, inclusive aqueles que deixamos para trás, em outros empregos ou na faculdade”, alerta Minarelli. Ele afirma ainda que as redes sociais podem ajudar a recuperar estes contatos.

Aposentadoria
Outro momento importante da carreira que os executivos costumam esquecer ou adiar é o da aposentadoria. Minarelli diz que, com uma expectativa atual bem superior à idade limite de aposentadoria, os executivos precisam pensar o que farão depois que se aposentarem, já que para aqueles que têm registro em carteira, a perda salarial com a aposentadoria é significativa.

“Muitos só vão pensar nisso quando estão às portas da aposentadoria. Antecipar esses acontecimentos e planejar a transição é de vital importância, pois permite que o executivo use sua rede de contatos atual para garantir um prosseguimento saudável da carreira, seja como consultor, professor, prestador de serviços ou até em outro negócio qualquer que ele julgue interessante”, finaliza.