Estudantes acreditam que conhecimento é fundamental dentro das empresas

A resposta foi indicada por 34,34%. Outros pontos indicados pelos estagiários foram boas maneiras e pontualidade

SÃO PAULO – Um levantamento realizado pelo Nube (Núcleo Brasileiro de Estágios) revelou que o conhecimento no ambiente de trabalho é considerado o fator mais importante para a maior parte dos estudantes. A resposta foi indicada por 34,34% dos respondentes.

A coordenadora de Treinamentos Externos do Nube, Yolanda Brandão, explica que o conhecimento pode ser entendido de dois modos.

O primeiro é o conhecimento que a empresa exige de seus profissionais, enquanto o segundo é como a empresa pode ajudar o estudante a desenvolver as competências relacionadas à carreira.

PUBLICIDADE

Boas maneiras e pontualidade
Outros pontos indicados pelos entrevistados como importantes dentro das empresas foram as boas maneiras (27,75%) e a pontualidade (16,32%). Sobre as boas maneiras, a especialista explica que, por falta de experiência em trabalhar e por causa da idade, muitos acabam errando em pequenas coisas.

“São coisas pequenas, como vestimenta ou descuido da aparência. As boas maneiras também podem ser percebidas por meio do e-mail. Não se deve responder e-mails corporativos como se estivesse nas redes sociais”, explica.

Além disso, Yolanda afirma que alguns estudantes se comportam no ambiente de trabalho como se estivessem ainda na escola. “Adequar-se às regras é importante, faz parte das relações de trabalho”.

Em relação à pontualidade, a coordenadora afirma que, geralmente, os estagiários não apresentam dificuldades em cumprir horários. Segundo ela, a falta de pontualidade é uma característica pessoal e não depende do fato de a pessoa ser estagiária ou inexperiente, pois existem profissionais bem mais velhos que não conseguem nunca chegar no horário previsto.

Sobre a importância da pontualidade para as empresas, o item aparece em terceiro lugar no ranking, porque muitas, por terem horários flexíveis, não se prendem tanto à hora de chegada e saída dos colaboradores.

Cordialidade e discrição
Por fim, os estudantes apontaram a cordialidade e a discrição, que aparecem em 4º e 5º lugares, com 14,39% e 7,20%, respectivamente. 

PUBLICIDADE

A especialista afirma que, apesar de aparecerem nos últimos lugares, estes dois pontos são importantes, porque a ausência deles pode ocasionar a demissão do profissional. “São competências comportamentais. As pessoas são contratadas pelo conhecimento, mas são demitidas pela maneira como agem”.