Estudante deve observar classificação da Capes antes de se matricular em pós

Isso porque, neste ano, 75 programas de pós-graduação devem ser encerrados no país, por conta da baixa qualidade

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ter um curso de pós-graduação, em especial um mestrado ou doutorado, pode ajudar muito na evolução da carreira de um profissional. Em muitos casos, além de acrescentar conhecimento, a titulação aumenta a empregabilidade e o salário de quem a possui, sobretudo, neste último caso, no funcionalismo público.

Contudo, ao escolher uma instituição para fazer esta pós-graduação, o estudante deve tomar cuidado e, além de prestar atenção ao nome da instituição, formação dos professores e verificar se o curso tem relação com os objetivos de carreira, precisa observar a classificação da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), evitando assim dores de cabeça futuras.

Isso porque, segundo dados da própria Capes, publicados pela Agência Brasil, neste ano, 75 programas de pós-graduação, totalizando 85 cursos de mestrado ou doutorado – o equivalente a 2% do total -, devem ser encerrados no País, por conta da baixa qualidade.

Aprenda a investir na bolsa

O que fazer?
Quem é surpreendido por uma situação destas, contudo, não deve se desesperar. Segundo a assessoria de imprensa da entidade, se a matrícula foi feita enquanto o curso era credenciado, o estudante pode terminá-lo e obter a titulação pleiteada.

Além disso, de acordo com o advogado, sócio do Gaiofato Advogados Associados, Alexandre Gaiofato de Souza, pela lei, pessoas que já se formaram não podem ser prejudicadas com a posterior decisão.

“O profissional que já terminou o curso não pode ser prejudicado. Os demais podem pedir indenização, caso se sintam prejudicados”, explicou.

No que diz respeito ao mercado de trabalho, a consultora de planejamento de carreiras da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Ana Paula Bueno, explica que, se surgir a dúvida entre ocultar ou manter o curso no currículo, o profissional deve avaliar se ele é pertinente à área de atuação. Em caso positivo, diz ela, é melhor manter, pois mostrará atualização e conhecimento adquirido.

Avaliação Capes
A Capes é a responsável pela coordenação do Sistema Nacional de Pós-Graduação e pela avaliação de novos mestrados e doutorados, bem como pelo acompanhamento dos cursos já existentes.

A cada três anos, todos os programas são submetidos à avaliação, cujos resultados podem ser consultados na página da entidade (www.capes.gov.br).

PUBLICIDADE

Os programas recebem conceitos, que variam de 1 a 7, sendo 1 e 2 equivalentes à reprovação, 3, a desempenho regular, atendendo ao padrão mínimo de qualidade, 4, a bom desempenho, e 5, a nota máxima para programas com apenas mestrado.

Já os conceitos 6 e 7 indicam desempenho equivalente ao alto padrão internacional.