Estresse: fique de olho se a sua rotina já engoliu seu fim de semana

Pense a respeito: se o que era tempo livre virou dia útil, está na hora de rever sua agenda e analisar suas prioridades

SÃO PAULO – Imagine a cena: você acorda com um ânimo diferente; afinal, é sexta-feira. Mal consegue esconder a expectativa quanto à proximidade do fim de semana. Já se vê livre da pressão, da correria e do trânsito.

Mas, no sábado, quando pensa em descansar e acordar mais tarde, se dá conta de que está começando uma outra jornada: é hora de fazer compras para a casa, de cuidar do carro, de resolver todas os problemas domésticos que sequer teve tempo de perceber durante a semana. Pois é, sábado e domingo viraram dias úteis!

Não há estresse que resista!

Diante desta realidade, não há quem agüente. Pode até parecer gostoso no início, para quem acabou de optar por morar sozinho, ou se casou. Mas, com o passar do tempo, todo este ritmo frenético, sem um minuto para relaxar, afeta o equilíbrio de qualquer um.

PUBLICIDADE

Fazer compras aos fins de semana parece até “poético” para quem nunca o fez. Não deixa de ser um programa diferente, até uma opção de passeio, se você não está acostumado.

Agora, para quem encara o desafio com freqüência, haja energia! São filas para todos os lados, ar condicionado quebrado, atendimento deixando a desejar. Isso sem falar no estacionamento lotado, nas crianças correndo para todo lado…Uma aventura e tanto.

Terminou? Claro que não! Quando se livra das tarefas que se propôs a executar, descobre que é aniversário daquele seu querido tio, e que ninguém em sua casa comprou o presente…E aí você corre para o shopping, também a todo vapor, para escolher a tal “lembrancinha”. Conclusão: mais estresse e reflexo no seu bolso, pois neste agitação toda você nem lembra de pesquisar preços e de economizar!

Entre uma rotina e outra

Pode parecer exagero, mas se você prestar atenção, perceberá que este tem sido o seu ritmo há muito tempo. Talvez até goste, veja nisto uma descontração. Mas geralmente situações como estas só contribuem para aumentar seu cansaço, e este não é o objetivo do seu fim de semana, certo?

Evite que ele se torne uma rotina, o que fará com que você se divida entre cinco dias de desgaste na empresa e mais dois em casa. Procure ajustar melhor sua agenda, delegar algumas tarefas, contar mais com pessoas ao seu redor que poderão ajudá-lo.

É claro que todo mundo vive na correria, não há como negar. Mas é sempre bom diminuir um pouco o ritmo, e pensar também em si mesmo, em estocar energia e aliviar tensões, para iniciar uma nova semana com o pé direito.

O peso da segunda-feira

Se não pensar mais em você, pisará no escritório na segunda-feira pensando que já está na sexta-feira de novo, de tão cansado.

Caso o seu problema seja a falta de tempo, não se conforme simplesmente com o fato. Reveja seus compromissos, avalie melhor sua agenda e julgue como tem priorizado suas tarefas. Realmente tudo o que tem exigido tanto desgaste da sua parte é mesmo necessário? Todos os seus compromissos merecem todo esta dedicação?

Durante a semana, avalie isso tudo de perto. Estude possibilidades: negocie um horário mais flexível no trabalho, investigue um novo caminho para fugir do trânsito, reveja suas atividades fora do escritório. Programe-se!

Viva bem de segunda a domingo: dedique um tempo para você, para atividades que lhe dêem prazer e mais disposição. Corra, ande, nade, jogue futebol, encontre os amigos. Faça o que gosta e ouça um pouco mais suas vontades. Afinal, ninguém é de ferro!