Estrangeiros: dicas para conseguir oportunidades profissionais no Brasil

Por mais que pareça óbvio, é preciso ter visto de permanência; procure multinacionais com mesma nacionalidade

SÃO PAULO – Por mais óbvio que pareça, para conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho brasileiro, os estrangeiros precisam do visto de permanência, já que as empresas do país costumam analisar, antes da contratação, se estas pessoas estão em situação legal.

Depois de analisado este ponto, o melhor é aperfeiçoar a língua portuguesa. “É preciso ou conhecer a língua nativa ou o inglês, segunda língua mais utilizada no mundo dos negócios no Brasil”, disse a consultora de Recursos Humanos do Grupo Catho, Camila Mariano.

Contatos e multinacionais

De acordo com a consultora, qualquer ferramenta – internet , empresa de recolocação e outra – usada por um brasileiro também deve ser utilizada pelos estrangeiros na busca por uma colocação. Caso tenha uma rede de contatos, o famoso networking, use como referência.

PUBLICIDADE

Outro ponto interessante ressaltado por Camila, e que os estrangeiros devem buscar, são empresas multinacionais. “As chances de o estrangeiro ser contratado por uma empresa de seu país, como um alemão em uma multinacional alemã, são maiores”, afirmou.

Por isso, procure na internet quais são as empresas de mesma nacionalidade que a sua. Mande o currículo e deixe claro sua origem.

Vantagens

A maior vantagem de ser estrangeiro é conhecer um outro idioma e, em alguns casos, ter um curso diferenciado daqueles feitos pelos brasileiros. Um profissional de administração, por exemplo, pode ter feito uma especialização que ainda não existe no Brasil.

Quanto aos desafios do estrangeiro, está o de se adequar à cultura brasileira e ainda falar fluentemente o português. “Os selecionadores percebem se é fluente quando lêem os currículos e ao chamar para uma entrevista no telefone”, disse Camila.

A fluência na língua ainda limita as oportunidades de emprego, de acordo com a consultora. Isso porque se torna muito mais difícil conseguir um emprego na área de comunicação, já que há necessidade de conversar ou escrever a todo o momento. No mundo administrativo, por sua vez, fica mais fácil, porque conceitos de finanças são aplicados em todo o mundo.