Estilos de liderança devem variar de acordo com perfil do liderado

"Normalmente, os líderes têm um estilo predominante", avisa sócia da Instrumentos de Desenvolvimento Humano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Existem vários estilos de liderança, que devem variar de acordo com a fase pela qual passa o liderado. A explicação é da sócia da consultoria IDH (Instrumentos de Desenvolvimento Humano), Patrícia Próspero.

“Normalmente, os líderes têm um estilo predominante, por isso a realização do diagnóstico do liderado constitui a fase mais importante para o líder”, revela.

Segundo ela, esse diagnóstico deve ser feito por meio do conhecimento do funcionário, seu nível de motivação e de suas habilidades, que precisa ser comparado com as exigências daquela função. “A partir daí, o líder deve adequar seu estilo ao funcionário”, explica.

Tipos de liderança

Segundo ela, existe a liderança diretiva, representada por ações bem específicas com relação ao que deve ser feito por cada funcionário. Esse tipo de liderança é essencial quando há colaboradores novos ou pessoas ocupando novas funções.

Há ainda o líder treinador, necessário quando o funcionário já se adaptou à função e à empresa e, por isso, enxerga claramente seu papel dentro da organização. Nesse caso, o gestor deve apenas ajudá-lo a fazer ainda melhor o que já faz, por meio do desenvolvimento de competências e habilidades.

O terceiro estilo é a liderança apoiadora, que deve ser colocada em prática quando o líder apenas precisa apoiar o profissional. Este já conhece sua função, bem como já desenvolveu competências e habilidades para as atividades que desenvolve. Logo, a função do líder é fazer elogios e reconhecer o bom trabalho. “É uma espécie de escuta ativa”, analisa Patrícia.

O último estilo é o da delegação. Ocorre quando o liderado é competente e motivado suficientemente, de maneira que o líder pode dar a ele autonomia, apenas indicando o que é preciso ser feito.