Em carreira / estagio

Estagiário de papa Francisco conta como é rotina de trabalho

Sean Hudgins e Danielle McMonagle são estudantes de graduação da Villanova University, uma universidade católica na Pensilvânia, e estagiários do Papa

Papa Francisco no Twitter - carreira
(Reprodução)

SÃO PAULO - Após quatro dias depois de ser eleito o sucessor de Bento XVI, papa Francisco enviou seu primeiro tweet para os católicos conectados. “Queridos amigos, agradeço-lhes de coração e peço que continuem rezando por mim”, dizia seu perfil @Pontifex, no Twitter.

Ver o Papa, de 76 anos, conectado já é uma surpresa para muita gente. Mas, o que muitos não sabem é que ele conta com uma ajuda para administrar seus perfis nas redes sociais. Segundo o site Mashable, Sean Hudgins e Danielle McMonagle são estudantes de graduação da Villanova University, uma universidade católica na Pensilvânia, e estagiários do Papa.

Hudgins, junto com Danielle, atualiza na página do Vaticano no Facebook, o News.Va, assim como o Twitter, @Pontifex. O estudante conta que seu dia a dia como estagiário é, basicamente, administrar a página do Facebook, pertencente ao Vatican News, e divulgar notícias sobre a cidade do Vaticano.

“Nós também monitoramos o Twitter para que não haja papas falsos, coisas assim, porque há risco. Eu sei que, com o nosso tweet, quase que imediatamente foram criadas muitas contas falsas do Papa Francisco”.

Papa nas mídias sociais
O estudante afirmou ao site que ainda não tweetou em nome do Papa na conta @Pontifex, mas isso é apenas uma questão de tempo. “Isso poderá ser feito depois que o Papa Francisco se familiarizar com o ambiente”, disse Hudgins confirmando que a conta @Pontifex foi reativada e que, provavelmente, o novo Papa ainda vai tweetar muita coisa aos seus fiéis.

“Nós esperamos que ele seja mais presente na rede social que o Bento XVI foi. Eu, pessoalmente, não sei exatamente qual é seu plano. Os tweets de Bento eram mais espaçados e eu acho que muitos internautas querem ver o Papa no Twitter, ser mais ligado ao povo, e na minha opinião, o Papa Francisco tem esse perfil - ele é uma pessoa do povo”, afirmou o estudante.

Perguntado sobre seu estágio, Hudgins diz que tem sido uma “grande oportunidade”, mas que inicialmente ele se preocupou em ocupar o cargo. “Me perguntei se estava preparado para conciliar os estudos com o estágio, mas acabou que não foi um problema”, ressaltou.

 

Contato