Inspirador

Estado de NY vai ajudar recém-graduados a quitar o financiamento estudantil

A estimativa é que até 2020 24 mil graduados se inscrevam no programa, que deve custar US$ 41,7 milhões ao Estado

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os recém-graduados de Nova York que optaram pelo financiamento estudantil terão uma ajudinha do Estado para quitar a dívida. O programa, chamado “fique de pé” tem como objetivo auxiliar os graduados que ainda não conseguiram arrumar um emprego.

Como conta o CNN Money, são elegíveis para participar os graduados que ganham menos de US$ 50 mil ao ano, se formaram após dezembro de 2014 em uma universidade do Estado e residem no mesmo. Além disso, é preciso que o recém-formado esteja inscrito em um plano de reembolso com base no rendimento com o governo federal, planos que cobram entre 10% e 15% mensais da renda após deduções.

O Estado, no caso, irá cobrir o custo mensal dos financiamentos federais – ou seja: estudantes que fizeram financiamento privado não contarão com a ajuda. “Garantir que os estudantes consigam pagar pela faculdade e não se encobertem de dívidas é crítico tanto para seu sucesso individual quanto para o crescimento contínuo do Estado de Nova York” disse o governador Andrew Cuomo.

PUBLICIDADE

A estimativa é que até 2020 24 mil graduados se inscrevam no programa, que deve custar US$ 41,7 milhões ao Estado. No Brasil, ainda não existe um programa semelhante, que ajude o estudante a quitar as dívidas, apenas o programa FIES, que concede o financiamento das mensalidades de universidades particulares aos estudantes.