Entrevista de emprego: para recrutadores, terno preto e cabelo curto é o visual ideal

Já para as mulheres, a preferência é pelo terninho (blazer e calça), pelo cabelo comprido e pela maquiagem leve

SÃO PAULO – Os candidatos a uma vaga de emprego sempre se preocupam com a aparência e com a roupa que vão usar na entrevista, afinal, recrutadores consideram sim a aparência e a forma de se apresentar das pessoas, para avaliar os profissionais.

Se você é homem e sempre opta por manter o cabelo curto e usar um terno preto, saiba que está no caminho certo. Isso porque uma pesquisa da Catho Online, feita com mais de 16 mil pessoas entre os meses de março e abril deste ano, mostrou que 43,2% dos recrutadores preferem essa roupa, enquanto 96,6% preferem o candidato com cabelo curto.

Em seguida, está o terno azul marinho, indicado por 36,1%, enquanto o terno cinza teve 12,7% das menções e o terno branco, 5,9%. Mas se você pensava em usar essa roupa na cor bege, é melhor rever essa escolha. Isso porque essa cor foi indicada por apenas 2,1% dos recrutadores, o menor índice.

Barba e bigode

PUBLICIDADE

Antes de ir para a entrevista, também não se esqueça de fazer a barba e bigode, já que 91,3% dos entrevistados indicaram que preferem candidatos com a “cara limpa”. Apenas 3,4% preferem que os profissionais tenham barba e bigode, enquanto 2,2% preferem apenas o bigode e 3% apenas a barba.

Essa preferência diminui conforme a idade do candidato, mas não de forma significativa. Para aqueles com 51 a 55 anos, 89,8% dos recrutadores preferem que não tenham barba nem bigode, para aqueles com idade entre 56 a 60 anos, esse índice cai para 87,7%, e para aqueles com mais de 60 anos, a porcentagem é de 87,5%.

Mulheres

Já para as mulheres, a preferência é pelo uso da calça comprida com blazer, o chamado terninho, indicado por 47,6% dos recrutadores. Em seguida, está tailleur (blazer e saia do mesmo tecido), com 33,5% das indicações. Em terceiro lugar está o vestido, com 5,6%, seguido pela calça comprida e blusa (5,3%), pela saia e blusa (4,1%) e pelo blazer, saia e blusa, sendo as duas primeiras peças de tecidos e cores diferentes (4%).

Nesse caso, a pesquisa também indicou as preferências dos recrutadores homens e mulheres. Caso seja um homem quem esteja fazendo a seleção, 40,9% preferem o terninho, enquanto 38,5% preferem o tailleur. Já entre as recrutadoras, esses índices são de 60,7% e 23,7%, respectivamente.

Maquiagem: sem exageros!

Para as mulheres que se candidatam a uma vaga, a maquiagem também costuma ser uma dúvida na hora da entrevista. Segundo o levantamento, a preferência dos recrutadores é por aquelas que optam pela pintura, mas sem exageros: 91,7% dos recrutadores indicaram essa opção, enquanto 5,9% afirmaram que preferem as candidatas sem maquiagem e apenas 2,4% indicaram muita maquiagem.

Quanto ao cabelo, 64,6% preferem os compridos, enquanto 35,4% indicaram os curtos. Nesse caso, os índices sofrem alterações conforme a idade das candidatas. Entre aquelas com 25 a 30 anos, esses índices são de 77,5% e de 22,5%, enquanto para aquelas com idade entre 56 a 60 anos, as porcentagens são de 34,7% para 65,3%, na ordem.