Expectativa

Entre 42 países, Brasil tem a maior intenção de contratação para o 2º tri

As empresas brasileiras, assim como as de Taiwan, apresentaram as intenções de contratação mais otimistas entre 42 países

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As empresas brasileiras estão otimistas em relação às contratações para o 2º trimestre de 2013. De acordo com a Pesquisa de Expectativa de Emprego, realizada pelo ManpowerGroup, mais de 36% dos gestores brasileiros esperam aumento no número de funcionários. O País, assim como Taiwan, apresentou as intenções de contratação mais otimistas entre 42 países e regiões participantes.

Entre os 850 empregadores entrevistados no País, apenas 6% preveem diminuição dos funcionários e 57% acreditam que irão manter o mesmo número no próximo trimestre. Se comparado ao 1º trimestre de 2013, a perspectiva é 9% maior. Já em comparação com o mesmo período do ano passado, o índice apresentou queda de 9%.

De acordo com o country manager do ManpowerGroup no Brasil, Riccardo Barberis, a expectativa positiva dos empregadores brasileiros deve ainda melhorar nos próximos três meses, principalmente impulsionada pela dificuldade em contratar profissionais qualificados no mercado.

Aprenda a investir na bolsa

“Isso está fazendo com que muitas empresas intensifiquem seus esforços para encontrar estes profissionais e muitas delas estão contratando estrangeiros para suprir essas lacunas que necessitam de qualificação e experiência”, reforçou o executivo.

Entre os países com maior expectativa de contratação para o próximo trimestre, ainda aparecem a Turquia, com mais de 28% dos executivos, Índia, 27%, e Panamá, com mais de 25% dos empregadores que pretendem contratar mais profissionais.

Enquanto isso, em países como Itália, Espanha, Grécia e Holanda, as oportunidades de trabalho serão mais escassas. Ainda assim, apesar do índice negativo de -6%, o sentimento de contratação na Grécia melhorou 4 pontos percentuais sobre o 1º trimestre do ano, sendo a melhor taxa na intenção de contratação desde o 2º trimestre de 2010.

Setores
No brasil, o setor de construção se mostrou o mais otimista para o período entre abril e junho deste ano, com um 41%. O índice é 22% superior ao registrado no trimestre anterior. Os empregadores menos otimistas são do setor de Administração Pública e Educação, mas a boa taxa de alta de 19% para intenção de contratação indica uma consistência no setor para os próximos meses.

Região
Na análise das regiões brasileiras, a pesquisa indicou que o estado do Paraná, com índice de 35%, tem as mais altas expectativas de contratação do País, pelo segundo estudo consecutivo, melhorando a perspectiva em 7% em relação ao 1º trimestre. Já os empregadores dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo esperam 33%, 29% e 27%, respectivamente, de contratação. Os da cidade de São Paulo apontaram um índice parecido, com 30%.

Todas as regiões do País apresentaram um forte crescimento nas intenções, se comparado ao trimestre anterior.

PUBLICIDADE