INFOMORNING Variante ômicron, novo aporte da Ânima e vendas da Black Friday

Variante ômicron, novo aporte da Ânima e vendas da Black Friday

Conteúdo Patrocinado
Oferecido por Ensina Brasil

Ensina Brasil tem programa que busca ajudar na recuperação de déficits educacionais

Em um ano em que o percentual de jovens sem estudar cresceu 10p.p., a organização conta com doações para transformar a educação brasileira

A pandemia causada pelo coronavírus trouxe diversos problemas e acentuou ainda mais as desigualdades sociais em todo o mundo, e no processo de aprendizagem dos estudantes do Ensino Básico não foi diferente.

Segundo a pesquisaResposta Educacional à Pandemia de Covid-19 no Brasilrealizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em um ano, o percentual de jovens que estão sem estudar cresceu de 26% para 36%.

Contudo, é na comparação entre as escolas públicas e particulares que as desigualdades começam a aparecer. No ensino privado, 70,9% das escolas ficaram fechadas no último ano, e já na rede pública: 98,4% das escolas federais, 97,5% das municipais e 85,9% das estaduais.

Para ajudar a diminuir essa desigualdade, o Ensina Brasil, organização que tem como missão formar lideranças na área de educação que contribuam para a redução das desigualdades e para uma educação de qualidade nas escolas brasileiras, busca nesse “mês de doar”, apoio de pessoas que queiram apoiar esse propósito.

A organização é independente, sem fins lucrativos e, para alcançar o objetivo de que todas as crianças tenham uma educação de qualidade, realiza anualmente o processo seletivo para o Programa de Desenvolvimento de Lideranças.

O programa contrata jovens talentos de diversas carreiras para, com capacitação e tutoria pedagógica constantes, darem aula por pelo menos 2 anos em escolas vulneráveis, de forma remunerada. Nesse período, além da experiência com os alunos em sala de aula, eles também terão cerca de 500 horas de formação presencial e/ou virtual que contribuirão para seu desenvolvimento pessoal e profissional.

“A iniciativa não se restringe apenas a desenvolver as habilidades de novos e futuros professores e lideranças. Nosso objetivo é que os escolhidos contribuam com o desenvolvimento da educação no Brasil, tornando os participantes em agentes de transformação social. Portanto, buscamos pessoas que tenham sonhos grandes para si mesmos e para os outros”, afirma Erica Butow, diretora-presidente do Ensina Brasil e vencedora do Prêmio XP Mulheres que Transformam, na categoria “Empreendedora Social”.

Em 2021 o Ensina Brasil conquistou o Selo Doar e se tornou parte de um seleto grupo de organizações certificadas de forma independente, que alcançaram o padrão de qualidade definido pelo Instituto Doar e baseado nos principais modelos de certificação internacionais para organizações da sociedade civil . Atualmente, a organização atua nos estados do  Espírito Santo, Pernambuco, Maranhão, Goiás e Mato Grosso do Sul. Se você quer fazer parte dessa transformação da educação brasileira em busca de que todas as crianças tenham uma educação de qualidade, clique aqui e participe da Campanha “Mês de Doar” do Ensina Brasil.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.