RADAR INFOMONEY Por que o Santander surpreendeu o mercado? Veja as perspectivas para as ações dos bancos

Por que o Santander surpreendeu o mercado? Veja as perspectivas para as ações dos bancos

Engenharia x idade: iniciar carreira mais tarde não é problema

Segundo especialista, maturidade pode ser uma vantagem competitiva na hora de disputar uma vaga no mercado de trabalho

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Na sexta-feira (6), o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) iniciou o período de inscrições do seu processo seletivo para as turmas de 2011. Diferentemente das edições anteriores, desta vez, ele aceitará candidatos casados e maiores de 23 anos, neste último caso, para quem não pretende seguir a carreira militar.

A decisão do ITA faz surgir a seguinte pergunta: é possível conseguir vaga no mercado de trabalho, se formando com mais idade do que o habitual?

De acordo com o vice-presidente da consultoria em RH (Recursos Humanos) De Bernt Entschev Human Capital, Bernardo Entschev, o Brasil está passando por um bom momento econômico, que deve se prolongar nos próximos dez anos, o que faz surgir mais vagas no mercado para os engenheiros.

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, diz ele, após a crise, as empresas estão mais flexíveis e procuram por profissionais mais maduros. “Cinco anos atrás, iniciar a carreira com 28, 29, 30 anos era mais complicado. Porém, hoje, as empresas estão mais flexíveis. Antes, as pessoas eram contratadas muito jovens e chegavam rápido demais nos cargos de liderança. Entretanto, apesar de terem capacidade técnica, a falta de maturidade, às vezes, era um problema”, diz.

Maturidade
Ainda segundo Entschev, um engenheiro que se forme aos 30 anos, por exemplo, ainda tem muita energia e idade produtiva longa. No mais, explica, o fato de ter um pouco mais de maturidade pode ser uma vantagem competitiva na hora de disputar uma vaga, especialmente se ela exigir maior responsabilidade.

A coordenadora da área de oportunidades do Seesp (Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo), Fernanda Lena, concorda e ressalta que tais profissionais, inclusive, podem ter mais credibilidade.

Por outro lado, diz ela, eles serão mais exigidos e podem encontrar dificuldades de contratação em empresas com líderes que tenham idade similar e no caso de não terem feito estágio durante a graduação.

Fernanda ressalta ainda que estes profissionais devem estar dispostos a ganharem salários que, por vezes, podem não ser suficientes para as necessidades que se têm neste momento da vida, em especial se a pessoa já tiver uma família.

ITA
De acordo com o coordenador do vestibular do ITA, professor Luiz Carlos Rossato, o fim do limite de idade só será válido para quem optar pela carreira civil. Isso porque, segundo ele, para seguir na carreira militar a idade máxima permitida pela lei brasileira é de 23 anos. A mudança, ainda conforme o coordenador, foi realizada após vários pedidos de liminares feitos em anos anteriores.

PUBLICIDADE

A inscrição para o processo seletivo da entidade termina no dia 15 de setembro de 2010 e deve ser feita exclusivamente por meio da internet. As provas serão realizadas entre os dias 14 e 17 de dezembro, das 8h às 12h (horário de Brasília).