Engenharia Industrial: atenção a todos os recursos necessários para a produção

Profissional acompanha toda a infra-estrutura da indústria, como ponte entre o engenheiro mecânico e o de produção

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para que tudo funcione bem numa produção, destaca-se a presença do engenheiro industrial. Seu trabalho está diretamente ligado à atuação de outros dois importantes profissionais neste setor: o engenheiro mecânico e o engenheiro de produção.

Enquanto o primeiro é responsável pelo projeto de máquinas e equipamentos, e o segundo coordena a organização do trabalho na fábrica, o engenheiro industrial age como uma ponte entre estes dois universos, organizando e administrando as instalações da indústria, de acordo com planejamento e organograma pré-estabelecido, com o objetivo de acompanhar desde a chegada da matéria-prima até o controle de qualidade do produto.

A engenharia industrial reúne ainda técnicas destinadas a melhorar o desempenho dos funcionários e das máquinas, focando-se no aperfeiçoamento das linhas de produção e economia de matérias-primas. Cuida ainda da proteção, reposição e aquisição de máquinas e equipamentos.

Onde trabalhar

Aprenda a investir na bolsa

O engenheiro industrial vem ampliando sua atuação e passou a analisar o mercado, o cenário econômico, visando identificar novas oportunidades para a empresa.

Como o próprio nome diz, sua força de trabalho está mesmo na indústria, em vários segmentos (alimentício, químico, metalúrgico, siderúrgico, petroquímico, papel e celulose etc). Pode atuar também como consultor, fazendo projetos de instalações industriais, vistorias, avaliações técnicas e perícias.

Trabalho em equipe

Sua atuação está diretamente ligada ao trabalho de um grupo, seja de pequeno ou grande porte. Por isso, espera-se deste profissional a habilidade para se comunicar e trabalhar em equipe. Também compõem o seu perfil a exatidão e meticulosidade, o interesse por ciência e tecnologia e a facilidade de lidar com números.

Durante a faculdade, o estudante terá contato com diversas disciplinas, entre elas Economia, Psicologia do Trabalho, Administração, Controle de Qualidade, Controle de Segurança, Manutenção de Equipamentos, Tecnologia dos Materiais, Sistemas, Processos Tecnológicos, Segurança e Economia na Execução de Projetos e Operação dos Sistemas.

O curso dura, em média, cinco anos. Geralmente os futuros engenheiros cumprem um estágio supervisionado de 360 horas. Como especializações, aparecem como opção a Engenharia Industrial Mecânica, Engenharia Industrial Química, Engenharia Industrial Metalúrgica e Engenharia Industrial Elétrica.