Educação

Enem pode ser usado para entrar em universidades no exterior

Cinco instituições de Portugal já aceitam a prova brasileira como processo de seleção de estudantes

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) já é utilizado em muitas universidades brasileiras como forma de seleção dos candidatos, em outras a prova é uma das etapas do processo seletivo. Agora os estudantes brasileiros terão a possibilidade de utilizar o Enem fora do País.

Três universidades de Portugal – Universidade de Coimbra, Algarve, Beira Interior e os Institutos Politécnicos de Leiria e Beja – anunciaram a aceitação do Enem como método de seleção para as instituições.

Ao utilizar o Enem, os estudantes brasileiros são dispensados dos exames nacionais portugueses. Porém, o acesso à universidade não é tão fácil assim: as notas exigidas do candidato são muito altas.

PUBLICIDADE

As notas do Enem têm pesos diferentes para cada curso e as notas são convertidas para uma escala da universidade. Em Coimbra, por exemplo, no curso de Direito a redação vale 45%, a parte de Ciências Humanas e suas Tecnologias também 45% e Nota Global do ENEM é de 10%. Já para o curso de Engenharia Civil, Matemática e suas Tecnologias vale 45%, assim como Ciências da Natureza e suas Tecnologias; enquanto que Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação valem 5%.

Na Universidade de Beira Interior para entrar no curso de Economia, a redação vale 10%, Ciências Humanas e suas Tecnologias 50% e Matemática e suas Tecnologias 40%.

Entenda
No início do ano passado, a legislação portuguesa foi alterada e passou a permitir que as universidades criassem processos seletivos para estrangeiros – já que não existe vestibular em Portugal e a seleção é feito por meio de uma prova nacional –, aceitando alunos de fora da comunidade europeia no primeiro ano da graduação.

Segundo o vice-reitor de Relações Internacionais da Universidade de Coimbra, Joaquim Ramos de Carvalho, “o Enem tem as características que nós procuramos: é nacional, abrange todas a áreas do conhecimento e tem resultados amplamente divulgados, discutidos e aceitos por grandes universidades brasileiras”

Preços
Vale ressaltar que o Enem não garante bolsa de estudo para os universitários. A anuidade dos cursos oferecidos pelas universidades gira em torno de 5 mil euros, o equivalente a R$ 17 mil, de acordo com a cotação do Banco Central. Há também opções que incluem mensalidade, alojamento e alimentação por 7,5 mil euros (R$ 25,5 mil) ao ano.