Empresas poderão consultar “banco de talentos” formado por candidatos do Enem

Até o final do ano alunos podem ter seus resultados da prova divulgados em banco de dados destinado ao primeiro emprego

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Até o final do ano, o Ministério da Educação (MEC) deve oferecer ao mercado de trabalho mais uma ferramenta de seleção. Destinado ao primeiro emprego, o Banco de Talentos do governo vai reunir informações sobre os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado em todo o Brasil neste domingo (25). As empresas poderão consultar o desempenho dos candidatos para contratar um funcionário.

Requisito

De acordo com o ministro Fernando Haddad, as empresas estão procurando instituições particulares “atrás do perfil dos alunos do ProUni (Programa Universidade Para Todos), que é de um jovem que superou vários obstáculos na vida e chegou à universidade por mérito próprio”.

O exame também é utilizado como um dos critérios de seleção para 470 instituições de ensino superior no País. Por isso mesmo, o número de inscrições este ano para realizar a prova cresceu 93% em relação ao ano passado e alcançou quase 3 milhões.

Aprenda a investir na bolsa

Só farão parte do Banco de Talentos os alunos que autorizarem a divulgação de seus resultados. Os dados serão divididos por cinco habilidades que atendam às diferentes necessidades das empresas.

Todos os candidatos que fizeram a prova receberão um boletim de resultado individual a partir de 16 de novembro. O documento também estará disponível pela internet.