Emprego

Empresas fornecem pouca assistência aos profissionais, diz pesquisa

Quase 60% afirmam que somente às vezes ou raramente recebem regularmente os subsídios para desenvolverem suas funções

SÃO PAULO – Para quase 60% dos profissionais, a empresa fornece poucas informações ou recursos necessários para realizarem suas atividades. Destes, 31% afirmam que recebem às vezes e 27% raramente são bem informados sobre suas funções. É o que revela dados do estudo da LHH/DBM realizado nos Estados Unidos, com 350 profissionais.

Segundo a pesquisa, mais de 12% dos profissionais afirmam que não receberam os subsídios necessários para desenvolver suas funções de forma eficiente. Apenas 30% dos entrevistados responderam ter esses recursos na maior parte das vezes.

“Para que as metas sejam cumpridas, em qualquer área, é preciso deixar muito claro o contexto em que a meta foi estabelecida e qual o caminho esperado para atingi-la. Os colaboradores precisam conhecer a missão da companhia, a sua cultura e os seus objetivos, além saber quais são as ferramentas disponíveis para solucionar os problemas”, conta a diretora de marketing e vendas da LHH/DBM, Caroline Pfeiffer.

PUBLICIDADE

Profissionais brasileiros
Pfeiffer ainda ressalta que não há diferença entre a realidade dos Estados Unidos e a do Brasil. “Qualquer empresa precisa de um bom planejamento para atingir os resultados esperados, independentemente do país em que esteja instalada. Mesmo porque a maioria das companhias atua em diversos continentes ao mesmo tempo”, conclui.