Empresas fluminenses estão faturando mais 11,4%, indica pesquisa do Sebrae/RJ

Micro e pequenas do Rio de Janeiro registram alta na receita, na massa salarial e no salário médio

SÃO PAULO – As micro e pequenas empresas do Rio de Janeiro registraram alta no faturamento de 11,4%, de acordo com os Impe (Indicadores das Micro e Pequenas Empresas), estudo realizado pelo Sebrae/RJ em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas). Acompanhando a evolução do percentual, a massa salarial cresceu 12% (com contribuição de mais peso do setor industrial) e o salário médio, 6,4%.

O levantamento traz dados referentes a julho de 2007 e foi feito sob a ótica da melhoria da renda das classes de menor poder aquisitivo no País, fato constatado na Pnad 2006 (Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios) do IBGE. O Sebrae avaliou o impacto dessa mudança no lucro das pequenas e microempresas.

Mais informações

O estudo também constatou que o setor de serviços puxou o avanço no faturamento das MPEs, com variação real de 15,6%, porcentagem maior que as taxas da indústria (11,9%) e do comércio (7,4%).

PUBLICIDADE

No quesito massa salarial, o interior alavancou a alta, com 12,8%. Por fim, também se concluiu que, se em julho do ano passado a média salarial era de R$ 585,53, em meados deste ano, a cifra havia aumentado para R$ 646,93. Neste caso, a região metropolitana registrou o melhor indicador, com mais de R$ 100 de divergência ante as empresas do interior do estado.