Empresas de segurança foram as que mais geraram empregos nos últimos anos

Nas últimas duas décadas, o número de vagas nas companhias paulistas e cariocas aumentaram 366,5% e 270%, nesta ordem

SÃO PAULO – Segundo estudo realizado pelo professor Márcio Pochmann, do Centro Interno de Estudos de Economia Sindical e do Trabalho (Cesit), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), as empresas ligadas à segurança foram as que mais abriram vagas de emprego em São Paulo e no Rio de Janeiro nas últimas duas décadas.

Salto considerável

De acordo com o levantamento, baseado na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho, os empregos formais de empresas paulistas ligadas direta ou indiretamente à segurança saltaram de 3% do total em 1985 para 8,8% em 2005, o que representa um aumento de 366,5%.

No caso do Rio de Janeiro, este conjunto de ocupações saiu de 3,5% em 1985 para 10% há dois anos, o que nos aponta um aumento de 270% no período. Ao mesmo tempo, a ampliação total dos empregos com carteira assinada foi de 59,6% em São Paulo e de 30,6% no Rio.

PUBLICIDADE

Ainda segundo Pochmann, o aumento das vagas relacionadas à segurança contrasta com a evolução de outras profissões, como a de professor (aumento de apenas 38,2% em SP e 39,3% no RJ) e a de bancário (queda de 72,8% em SP e de 60,6% no RJ).

Aumento da violência

Conforme explica o professor da Unicamp, o aumento da violência, sobretudo nas grandes cidades, é a principal causa da elevação do nível de empregos ligados à segurança. Além disso, a organização do setor, para atender às iniciativas pública e privada, também contribuiu para o resultado.