em busca de inspiração

Empresa dá R$ 3,6 mil para funcionários viajarem para onde quiserem

A agência californiana ThinkPARALLAX lançou um projeto para que seus funcionários busquem inspiração em diferentes partes do mundo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – É difícil inspirar profissionais quando os mesmos estão presos ao menos 8 horas por dia, cinco dias por semana, em um escritório. Pensando nisso, a agência californiana ThinkPARALLAX lançou um projeto para que seus funcionários se inspirem bem longe do local de trabalho: em diferentes partes do mundo.

Segundo a Fast Company, a iniciativa lançada neste ano concede US$ 1.500 (ou cerca de R$ 3.682,20, de acordo com a cotação de hoje do Banco Central) para cada funcionário planejar uma viagem para qualquer lugar do planeta. Mas, para usufruir do benefício, há alguns requisitos: os funcionários precisa escolher um lugar em que nunca esteve e que esteja fora da zona de conforto. Outra condição é que a viagem precisa ser feita entre os meses de setembro e dezembro.

O co-fundador da empresa, Jonathan Hanwit, explica que as condições para os funcionários viajarem foram impostas para incentivá-los a irem além de suas possibilidades. “Obrigamos a todos perceber que podem viajar e criar um ambiente de trabalho mais inspirador.”

PUBLICIDADE

Até agora, os funcionários viajaram para a Holanda, Alemanha e para Macchu Picchu, no Peru. Cada um mantém um blog de suas viagens no site da empresa. Anna, a gerente de projetos, conheceu Macchu Picch. “A viagem me ajudou a sair da minha zona de conforte e correr riscos, olhar para quem cerca e me dar uma nova perspectiva”, relatou Anna no blog.

“Ela fez coisas que nunca pensou que podia fazer. Para ela, como uma gerente de projetos, isso se traduz diretamente em seu desempenho aqui”, acrescentou o co-fundador da agência, Guusje Bendeler.

A ThinkPARALLAX não é a única empresa a oferecer atrativos para os funcionários. O site de hospedagens Airbnb oferece um crédito-viagem de US$ 2 mil para seus trabalhadores viajarem utilizando os serviços do site. O fundador do Grupo Virgin, Richard Branson, foi noticiado recentemente por implementar uma “não-política” de férias, pela qual seus funcionários podem tirar férias quando e por quantos dias quiserem, sem aviso prévio.