Em carreira / emprego

Empresa dos EUA faz competição para contratar engenheiros brasileiros; salário de R$ 26 mil

Crossover, empresa americana de RH buscando 50 engenheiros de software para trabalharem na companhia 

Crossover
(Divulgação)

SÃO PAULO – A Crossover, empresa americana de RH e tecnologia com sede em Austin, Texas, está buscando 50 engenheiros de software brasileiros para trabalharem na companhia.

A empresa global fará uma competição de codificação de um dia em 29 de julho em São Paulo, oferecendo aos profissionais inscritos a chance de serem contratados para o cargo de engenheiro de software sênior com trabalho remoto. O salário anual é de US$ 100 mil, cerca de R$ 321 mil reais, o que daria R$ 26 mil por mês, aproximadamente.

A empresa começou a organizar os chamados "torneios de contratação" há seis meses na Europa Oriental, África do Norte e Ásia Ocidental, incluindo a Polônia, Rússia, Egito e Paquistão. O evento deste mês no Brasil, no entanto, será a primeira incursão da empresa na América do Sul.

Os torneios de contratação da Crossover envolvem profissionais seniores - principalmente engenheiros de software - que se reúnem e passam por uma série de testes básicos, alguns desafios de codificação e uma entrevista técnica.

Àqueles com os melhores resultados são oferecidos instantaneamente um trabalho remoto em empresas americanas, como Aurea Software, Jive, CrazyEgg e Versata.

Todos os cargos são de período integral e de longa duração, e os contratados devem trabalhar 40 horas por semana em horário flexível.  Eles podem montar sua rotina da maneira que preferirem. Por exemplo, tirar as segundas-feiras de folga compensando nos outros dias, ou trabalhar durante a noite e aproveitar a praia durante o dia.  

Com todas as posições 100% remotas, aqueles que são empregados através do Crossover não precisarão - nem se espera isso deles - se mudarem.

Segundo o CEO da companhia, Andy Tryba, a razão pela qual a Crossover está chegando ao Brasil é dupla: o país tem uma população dinâmica e jovem, e o talento brasileiro tende a ser leal, o que significa que a rotatividade de pessoal é muito baixa em comparação com outros países. "Uma vez que um engenheiro de software brasileiro experimenta a liberdade do trabalho remoto, eles não tendem a retornar ao trabalho fixo em escritório", afirma.

É preciso que os inscritos tenham experiência em Java Script. Para se inscrever basta acessar o site da competição e se registrar. A competição acontecerá no último sábado deste mês às 10h. 

 

Contato