Em carreira / emprego

4 dicas para lidar com a frustração no trabalho

Veja três dicas que vão ajudar você a lidar com a frustração e a irritação de maneira mais saudável e proveitosa

Demissão - choro - tristeza
(Getty Images)

SÃO PAULO - Ninguém está imune contra frustrações e ofensas no trabalho. Ainda assim, deixar-se levar pelas irritações é uma armadilha em potencial, já que uma hora ou outra as emoções explodem por motivos aparentemente insignificantes e fazem com que toda a reputação e equilíbrio de convivência entre colegas sejam destruídos.

Veja três dicas que vão ajudar você a lidar com a frustração e a irritação de maneira mais saudável e proveitosa:

1. Não se ofenda com coisas que não pode mudar: mesmo que você tenha todos os motivos a seu favor para se sentir ofendido, saiba a diferença entre a ofensa e a indignação. Enquanto você estiver se sentindo assim, todas as suas ações serão pautadas por essa emoção. Você corre o enorme risco de serem feitas de maneira imatura e precipitada – dois erros que você deve evitar ao máximo no trabalho.

Por outro lado, estar indignado é o tipo de postura que pode levar a uma mudança muito mais saudável e produtiva para a empresa e também para sua reputação, já que ela é feita pelo bem de todos e pelo objetivo da mudança para o melhor.

2. Pare de procurar por frustrações e ofensas: o velho ditado se encaixa perfeitamente nessa situação: quem procura, acha. Se você está na disposição de ficar irritado, pode ter certeza que até mesmo o barulho de alguém digitando irá tirá-lo do sério. Além de não contribuir em nada para seu desempenho e humor, esse tipo de situação afeta também o trabalho de seus colegas, que terão de suportar alguém assim por no mínimo seis horas de trabalho.

Procure enxergar as coisas de maneira mais positiva e não deixe que os problemas se tornem mestres de suas emoções, mas aprenda a dominá-las acima das situações cotidianas. Acredite, isso é possível.

3. Dê espaço para que as outras pessoas possam ser elas mesmas: esse é um desafio diário, que você irá enfrentar praticamente todos os dias da vida, seja no trabalho ou no convívio pessoal. As diferenças entre você e outra pessoa são o que torna cada um único, mas também podem ser consideradas as maiores responsáveis por conflitos de relacionamento e convívio.

O segredo é dar a cada um – inclusive a você mesmo – o espaço necessário para poder se expressar dentro dos limites dos ambientes, no caso, o corporativo, e se sentir bem-vindo e valorizado. Aprenda a enxergar as diferenças como peça fundamental para a inovação.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.

 

Contato