Emprego: segundo pesquisa, número de vagas em agosto diminuiu 5,29%

De acordo com estudo, entre motivos para queda estão o desaquecimento da economia e baixos investimentos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em agosto deste ano, o número de contratações no mercado brasileiro diminuiu 5,29% em relação a julho. Os dados são de pesquisa realizada pela empresa Manager Consultoria, divulgada nesta segunda-feira (11).

Entre os motivos para a diminuição, segundo a pesquisa, está o desaquecimento da economia, baixos investimentos no segundo semestre e crescimento de apenas 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

Em contraposição, o setor que mais contratou foi o de Administração, que aumentou em 20% o número de vagas. Em seguida vieram o de Recursos Humanos, alta de 19,57%, e o de Tecnologia, com incremento de 11,52% no número de vagas.

Profissionais

Aprenda a investir na bolsa

Os profissionais que tiveram maior chance de entrar no mercado de trabalho, com o aumento de número de vagas para o seu cargo, foram os de alta gerência/diretoria (24,54%), gerência (41,12%) e técnicos, supervisores e assistentes (34,34%).

As pessoas com formação superior em Engenharia foram as mais solicitadas, com 27,94% das vagas. Os administradores e profissionais de Tecnologia da Informação foram disputados em 20,61% e 18,74% das vagas.

Para disputar uma vaga, o idioma mais requerido dos candidatos foi o inglês, com 85,49%, seguido pelo espanhol (11,60%).

Empresas

As empresas que mais abriram vagas para admissão de funcionários foram as de capital nacional, responsáveis por 58,81% das contratações; as multinacionais, com 39%; e as companhias de capitais americano, espanhol, alemão, japonês e francês, com 2,18%.

As empresas situadas no estado de São Paulo abriram o maior número de vagas, com 59,40% do total no País. O Rio de Janeiro (12,98%), Rio Grande do Sul (9,86%) e Minas Gerais (5,83%) vieram em seguida. Do total de contratações, os demais estados brasileiros representaram 1,12%.