Emprego: perspectiva de crescimento é principal fator para aceitação de proposta

Lista da Catho dos motivos que levam uma pessoa a aceitar uma proposta de emprego é seguida por "não havia outra opção"

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Receber uma proposta de emprego é gratificante para um profissional, já que pode ser um sinal de reconhecimento do trabalho que realiza. Mas aceitá-la ou não depende de diversos fatores, e o que mais pesa na decisão dos executivos brasileiros é a oportunidade de crescimento em outra empresa.

Isso é o que mostra a pesquisa “A contratação, a demissão e a carreira dos executivos brasileiros”, realizada pela Catho com 12.122 profissionais de empresas privadas de todo o Brasil. Os dados mostram que “perspectiva de crescimento” é a principal razão pela aceitação de uma proposta de emprego, com 36% de citação dos entrevistados.

O item apresenta maior peso entre as pessoas com idade que varia de 36 e 40 anos (40,25%) e entre as pessoas empregadas (42,86%).

Sem opção

PUBLICIDADE

A lista dos motivos que levam uma pessoa a aceitar uma proposta de emprego é seguida por “não havia outra opção“. A resposta foi declarada por 18,54% dos entrevistados, atingindo percentual maior entre aqueles que estavam desempregados, com 35,65%, e entre jovens com menos de 25 anos, com 26,05%. Veja abaixo a lista completa das razões que levam os executivos a mudarem de posição:

MotivoIndicação
Perspectiva de crescimento36%
Não havia outra opção18,54%
Tipo de trabalho11,28%
Empresa9,93%
Aumento salarial7,22%
Melhoria da qualidade de vida5,83%
Mais tempo com a família2,29%
Mais perto da residência2,18%
Aumento de benefícios1,66%
Outros5,07%

Fonte: Catho

Jovens e adultos

O aumento salarial pesa mais para quem está em início de carreira – indicação de 8,94% das pessoas com idade entre 26 e 30 anos – que para pessoas acima de 60 anos – 3,09% das respostas. De acordo com o estudo, isso acontece, porque, a partir dos 51 anos de idade, os profissionais vão em busca de emprego motivados pelo gosto e pela afinidade com o trabalho.

A afirmação é comprovada pelo fato de 21,46% das pessoas de 56 a 60 anos de idade aceitarem propostas de emprego pelo tipo de trabalho que realizarão, ante 8,15% dos executivos entre 26 e 30 anos de idade. Outros 16,49% dos profissionais acima de 60 anos escolhem pela melhoria da qualidade de vida, motivo apontado por apenas 4,25% dos entrevistados com menos de 25 anos.

Com e sem emprego

Desempregados aceitam uma proposta motivados pela falta de opção (35,65%), pela chance de crescimento profissional (29,37%) e pelo tipo de tarefa que será realizada (10,71%). Os empregados, por sua vez, decidem baseados no crescimento na carreira (42,86%), aumento de salário (12,13%) e tipo de trabalho (11,86%)