Emprego na indústria registra aumento de 0,2% em junho, revela IBGE

Índice é positivo pela terceira vez consecutiva, registrando neste período expansão de 1,7% no total de pessoas ocupadas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O nível de emprego na indústria em julho registrou aumento na comparação com o mês de junho. A constatação faz parte da Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário, divulgada nesta quinta-feira (16), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Os dados mostram que o nível de emprego da indústria registrou crescimento de 0,2% na comparação com o mês anterior. O aumento aconteceu pela terceira vez consecutiva, registrando, neste período, expansão de 1,7% no total de pessoas ocupadas.

Na comparação com julho de 2003, o índice alcançou crescimento de 2,3%, a maior marca desde o início da série, em janeiro de 2002. Quanto aos indicadores para períodos mais abrangentes, o acumulado no ano registra taxa de 0,5%, enquanto o acumulado entre os trimestres encerrados em julho deste ano e dezembro de 2003, registrou crescimento de 2,5%.

Análise por região

PUBLICIDADE

Considerando o desempenho regional, a região Sul (3,4%), e os estados de São Paulo (1,5%) e Minas Gerais (4,5%) exerceram as maiores influências positivas no índice nacional. Os principais setores responsáveis pelos desempenhos positivos de São Paulo e Minas Gerais foram, respectivamente, máquinas e equipamentos (22,5%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (23,0%).

Já Rio de Janeiro (-3,0%) e Pernambuco (-4,6%) foram os dois únicos locais que tiveram resultados negativos no emprego.

Acumulado no período janeiro-julho

Em relação ao número de trabalhadores no período de janeiro a julho, houve um aumento de 0,5%. Entre os sete locais que contribuíram positivamente estão Minas Gerais (3,3%), região Norte e Centro-Oeste (3,1%) e Paraná (2,8%).

Em contraposição, Rio de Janeiro, com queda de 3,4%, tem o pior desempenho, seguido por Rio Grande do Sul (-1,2%) e Espírito Santo (-3,9%).