AO VIVO Por Dentro dos Resultados: CEO da GPC divulga e comenta os resultados da empresa no 3º trimestre

Por Dentro dos Resultados: CEO da GPC divulga e comenta os resultados da empresa no 3º trimestre

Emprego na indústria paulista diminuiu 0,69% em novembro, aponta Ciesp

Dados revelam que 14.814 postos foram fechados. Para especialista, índice é reflexo do baixo desempenho da economia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As contratações da indústria paulista diminuíram 0,69% em novembro, frente ao mês anterior. Conforme revela a pesquisa mensal do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), divulgada nesta terça-feira (19), foram fechados 14.814 postos de trabalho.

De acordo com o diretor do departamento de economia do Ciesp, Boris Tabacof, o índice reflete o quadro de baixo desempenho da economia. “A produção industrial, embora tenha crescido pouco mais de 3%, não impactou diretamente na geração de empregos. O aumento da produtividade foi a solução encontrada pelos empresários brasileiros para continuar competindo no mercado internacional”, afirma.

Destaques entre os setores

Dentre os setores pesquisados, os destaques no aumento de vagas no mês de novembro deste ano foram o de produtos de material plástico (0,58%), de mobiliário (0,95%) e de metalúrgica (0,15%).

Aprenda a investir na bolsa

Por outro lado, entre os destaques negativos do mês estão os segmentos de produtos alimentares (-3,55%), destilação de álcool e refino de petróleo (-8,45%) e calçados (-4,18%).

Análise regional

Na análise regional, o levantamento revela que Marília foi o município líder em contratações no mês de novembro, com o incremento de 1,55% em sua mão-de-obra, seguido por Matão (1,16%) e Sertãozinho (0,90%).

Na contramão dos resultados positivos, as cidades do interior paulista que mais demitiram no décimo primeiro mês do ano foram São Carlos (-8,20%), Franca (-6,47%) e Presidente Prudente (-4,60%).

Grande São Paulo

Na Grande São Paulo, entre outubro e novembro deste ano, houve retração de 0,21% na criação de emprego industrial, bem como no acumulado do ano, em que a variação também é negativa (-0,52%).

De acordo com o economista chefe da Ciesp, Carlos Cavalcanti, a criação de emprego na indústria paulista neste ano foi muito abaixo do esperado. “Mesmo sem considerar o mês de dezembro, já dá para afirmar que o emprego industrial não aconteceu em 2006”.