Brasil

Emprego na construção cresceu 3,43% no semestre

Nos primeiros seis meses deste ano, o setor empregava 3,489 milhões de trabalhadores em todo País

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O nível de emprego na construção brasileira fechou o semestre com crescimento de 3,43%. Segundo o levantamento realizado pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas) foram geradas 115,7 mil postos de trabalho.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, os dados indicam que o houve uma desaceleração, quando houve a abertura de 193,4 mil pessoas.

Em junho, o indicador subiu 0,09% em relação a maio, com a contratação de 3,1 mil trabalhadores. Já em maio foram registradas 1.751 demissões (-0,05%). Segundo o presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, “os dados dos últimos dois meses revelam que o indicador de emprego praticamente estabilizou”.

Aprenda a investir na bolsa

No acumulado dos últimos 12 meses terminados em junho a alta ficou em 0,52%, o que representa a contratação de 18 mil pessoas. O resultado é bem inferior ao registrado na comparação de 12 meses terminados em junho de 2012, quando o setor acumulava 207,9 mil contratações (+6,58%).

Com o resultado de junho, o setor empregava 3,489 milhões de trabalhadores em todo País ao final do primeiro semestre.

Por região, o Sudeste concentrava no mês passado 1,764 milhão de trabalhadores da construção civil; seguida pelo Nordeste (726,3 mil); Sul (492,8 mil); Centro-Oeste (288,1 mil) e Norte (217,8 mil).