Emprego industrial cai 0,4% em maio, aponta IBGE

A queda é verificada na comparação com maio de 2005. Considerando o resultado do mês de abril deste ano, o indicador apresentou alta de 0,2%

SÃO PAULO – O nível de emprego da indústria nacional caiu 0,4% em maio, frente ao mesmo mês do ano passado. Já na comparação com o mês anterior, considerando a série livre de influências sazonais, houve aumento no índice, de 0,2%.

No acumulado do ano e comparando-o ao resultado obtido no mesmo período de 2005, verifica-se queda de 0,6%. Já para o acumulado dos últimos doze meses a queda é de 0,2%.

Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que divulgou a “Pesquisa Industrial Mensal de Emprego e Salário” nesta sexta-feira (14).

Queda em 11 segmentos

PUBLICIDADE

Na comparação anual, o emprego apresentou recuo em 11 dos 18 segmentos industriais pesquisados. Os destaques negativos ficaram com os setores de calçados e artigos de couro (-11,4%) e máquinas e equipamentos (-6,5%).

Por outro lado, as contratações superaram as demissões em outros ramos, com destaque para alimentos e bebidas (8,5%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (6,8%).

Análise regional

Nos 14 locais pesquisados, 8 apresentaram queda no índice de emprego, sendo que o Rio Grande do Sul se destacou como a região em que a queda do número de empregos foi mais acentuada (-7,6%), na comparação entre maio de 2006 e o mesmo mês do ano anterior.

Outros destaques são o Paraná (-4%) e a região Nordeste, cuja queda foi de 2,4%. Na outra ponta, o emprego industrial cresceu nas regiões Norte e Centro-Oeste (9,8%) e em São Paulo (0,6%).