Empregabilidade dos tecnólogos é de 93,2%; com renda média de R$ 2,2 mil

Estatísticas ainda mostram que, entre os tecnólogos inseridos no mercado, 95,7% têm vínculo formal de trabalho

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Pesquisa realizada pela assessoria de avaliação institucional do Centro Paula Souza mostra que 93,2% dos ex-alunos de Fatecs (Faculdades de Tecnologias) que concluíram o curso em 2006 estão hoje empregados. A média de remuneração dos profissionais é de 5,5 salários mínimos.

As estatísticas ainda mostram que, entre os tecnólogos inseridos no mercado, 95,7% têm vínculo formal de trabalho, sendo 71% com carteira assinada, 15,8% são servidores públicos, 3,7% são microempresários e 3,7%, autônomos regulares.

Setores que mais empregam

O setor da indústria, de acordo com o estudo, ainda é o que mais emprega tecnólogos, com 24,8%. O ramo da informática aparece em segundo lugar, com 22%, superando o de serviços (21,3%). Depois, aparecem o comércio (6,7%), a educação (6,4%), a saúde (5%) e a agricultura (0,6%).

Aprenda a investir na bolsa

Na comparação por porte da empresa, as grandes são as que mais contratam, com 38,6%, seguidas pelas empresas de médio porte (21%) e o serviço público (20,3%). Outra constatação: 79,9% dos entrevistados declararam não ter dificuldades para exercer a profissão.

Não confunda curso tecnólogo e técnico

Muitos confundem os cursos técnicos com os tecnólogos, ou acreditam que os tecnólogos são voltados para a tecnologia. De acordo com a gerente de marketing da ETEP Faculdades, de São José dos Campos – SP, Helen Toyama, o curso técnico tem duração de um ano e meio, no mínimo, mas a média de duração é dois anos. Já os tecnólogos dão título de curso superior, com duração entre dois anos e três anos e meio.

“Nos cursos tecnólogos, há uma restrição de disciplinas [na comparação com a faculdade tradicional], e elas também são flexíveis. Isso significa que o conteúdo é sempre atualizado de acordo com as demandas do mercado. As aulas garantem profundidade, de forma que o estudante com curso tecnólogo é rapidamente inserido no mercado”, lembra Helen.