Empreender não é o mesmo que se aventurar, diz especialista

Para especialista, quem pensa em abrir um negócio próprio pensando no lucro tem grandes chances de fracassar

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A atual configuração do mercado de trabalho, que em muitas empresas consiste em exigir cada vez mais, nem sempre para uma remuneração equivalente com o grau de exigência, faz com que muitas pessoas pensem em empreender e abrir o próprio negócio.

Contudo, segundo alerta do coordenador de graduação da Trevisan Escola de Negócios, Dalton Viesti, empreender não é o mesmo que se aventurar e quem pensa em abrir um negócio próprio pensando no lucro tem grandes chances de fracassar.

“Muitos acham que empreender é sinônimo de se aventurar, se arriscar, acreditar apenas em uma ideia e ter um pouco de dinheiro disponível para abrir um negócio próprio. Mas a questão não é essa. (…) Tudo, em geral, começa assim: que negócio eu devo abrir? Não importa, eu quero mesmo é ganhar dinheiro. Bem, tenho uma má notícia para quem faz isso: já começou mal o negócio e tem tudo para dar errado”, diz.

Aprenda a investir na bolsa

Como empreender então?
Ainda na visão de Viesti, empreender é lançar-se a uma gestão eficiente e criativa, com o empreendedor sendo capaz de captar os sinais de oportunidade do mercado, além de estabelecer metas para atingir objetivos, mesmo que não tenha experiência profunda no negócio.

O empreendedor necessita também agregar trabalhos e pessoas que possam ajudá-lo nesta falta de experiência para supri-la. Dessa forma, para ter sucesso no empreendimento, o especialista dá algumas dicas:

  • Nunca tenha como meta principal do negócio próprio o lucro ou a riqueza pessoal. Isto deve ser uma consequência de um trabalho bem feito;
  • Pense sobre o que fazer de bom, para que as pessoas realmente comprem o produto ou serviço;
  • Pesquise. Comece com uma pequena pesquisa com os potenciais consumidores e veja o que eles pensam deste tipo de negócio. Levante quantos empreendedores tiveram a mesma ideia e já estão instalados no local escolhido e analise se isto representa uma oportunidade ou uma ameaça;
  • Calcule preliminarmente quanto de cada produto pretende vender e quanto custará mensalmente toda a estrutura. Tais cálculos podem auxiliar na avaliação sobre a vantagem ou não de se montar o negócio;
  • Por fim, orienta o especialista, faça algo no qual tenha alguma experiência ou vontade de mergulhar no assunto. “Aventurar-se em atividades totalmente desconhecidas e desinteressantes fazem-no ficar na mão de quem sabe e isso não é bom”.