Em três anos, treinamentos on-line crescem 59%

Em 2008, 100 empresas utilizavam o serviço da Catho Online e hoje são 159. Treinamentos virtuais evitam prejuízos na produtividade dos profissionais

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Treinamentos on-line são cada vez mais comuns nas empresas, evitam o deslocamento dos profissionais e prejuízos à produtividade da equipe, por horas de trabalho perdidas. Para as instituições, por sua vez, treinamentos via internet diminuem os custos e conseguem reunir os colaboradoras de diversas unidades, de lugares diferentes, na mesma hora.

Por todas essas vantagens, esse tipo de treinamento está sendo cada vez mais adotado e, nos últimos três anos, houve um aumento de 59% no número de empresas que adotam esse método, mostra levantamento feito pela Catho Online. Em 2008, quando a empresa lançou o serviço, 100 empresas utilizaram esse método. Hoje, são 159.

TEO
Considerando as regiões do país, o Treinamento Empresarial Online (TEO) da Catho tem sido adotado mais nas empresas da região Sudeste. Ao todo, 349 delas já utilizaram essa metodologia na região. O estado de São Paulo concentra 43% das empresas que realizam treinamentos virtuais, seguido pelos estados do Rio de Janeiro (10%) e Minas Gerais (9%).

Aprenda a investir na bolsa

Outras localidades do País também adotaram essa metodologia: é o caso do Distrito Federal, que concentra 6% das empresas que utilizaram o serviço da Catho em todo o País. Paraná concentra 5% e o Rio Grande do Sul, 4%.

Considerando o porte, aquelas com até 200 funcionários foram as que mais utilizaram o serviço nos últimos três anos, respondendo por 41% dos treinamentos feitos pela Catho. Já das empresas entre 500 e 2 mil colaboradores, 25% utilizaram o TEO.

Entre os setores, as empresas que mais utilizaram o serviço foram aquelas da área de Saúde e Estética, Alimentos, Consultoria, Construção Civil, Transporte e Tecnologia da Informação.

Flexibilidade
A ideia dos treinamentos on-line, segundo a Catho, é de manter a qualificação e aprimoramento dos profissionais permitindo dar mais flexibilidade aos treinamentos e aproveitar o desenvolvimento da cultura do e-learning no Brasil.

Por estar disponível na internet, permitindo que seja feito em qualquer dia e horário sem a necessidade de deslocamento de equipe, esse tipo de treinamento tem sido bastante procurado. “Como o custo de deslocamento de especialistas no assunto de outras regiões é alto, o treinamento a distância acaba sendo uma alternativa mais viável do ponto de vista financeiro e prático”, comentou, por meio de nota, o Gerente de Produto da Catho Educação Executiva, Marcelo Victorino.

“Quanto mais a cultura do ensino a distância estiver disseminada e a qualidade da conexão à internet em cidades mais afastadas for melhorada, certamente isso aumentará ainda mais a acessibilidade do TEO”, afirmou Victorino.

PUBLICIDADE