Em busca de talentos, empresas rumam à Campus Party

Evento passou de um simples encontro de aficionados por tecnologia para se tornar um celeiro de recrutamento

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O que um evento de seis dias de duração, com mais de seis mil pessoas conectadas por internet 24 horas pode trazer de benéfico para empresas dos mais variados segmentos no Brasil?

A resposta é simples: novos talentos. A Campus Party, principal feira de tecnologia do País, passou de um simples encontro de aficionados por tecnologia para se tornar um celeiro de recrutamento.

Quem afirma é o próprio diretor comercial do evento, José Luiz de Genova. Segundo ele, o perfil do campuseiro – blogueiro, desenvolvedor, gamer – funciona como um chamariz para as empresas.

Aprenda a investir na bolsa

“Quando as companhias começaram a prestar atenção na Campus Party, descobriram que seus frequentadores estão muito à frente de usuários de tecnologia comuns”, explica Genova.

Oportunidades
Os jovens em busca de oportunidades no mercado de trabalho contam, na Campus Party, com duas atrações que, segundo o diretor comercial, devem propiciar bons resultados.

No fórum Campuseiros Empreendem, espaço para que os campuseiros façam a exposição das suas ideias de negócios e projetos empreendedores, encontram-se muitos recrutadores de olho nos resultados apresentados.

Já na Campuseiros Inventam, a ideia, explica Genova, é de que os participantes apresentem protótipos e produtos com o objetivo de conseguir prêmios que os ajudem a registrar patentes, proteger a propriedade intelectual, obter canais de comercialização, entre outras importantes vantagens.

“A Campus é um celeiro de oportunidades para os jovens. Aqui, é muito fácil trombar com os presidentes das empresas, além de conseguir bons contratos de emprego”, descreve o executivo.

Empresas
Nas contas do diretor comercial do evento, pelo menos 70 empresas, entre Sebrae, Microsoft e Telefônica, passaram pelos corredores da Campus Party em busca de novos talentos.

PUBLICIDADE

Genova revela ainda que a intenção da Futura Networks, empresa dona do evento, é de criar um projeto de recrutamento de talentos para as edições futuras da feira.

A Campus Party vai até o próximo domingo (23). De acordo com a organização, os campuseiros estão segmentados em  27% de mulheres e 73% de homens. Cerca de 75% têm entre 18 e 30 anos.