Em 2012, salários no Brasil devem continuar crescendo, diz levantamento

Estudo mostra que a remuneração bruta de um CFO em São Paulo, por exemplo, chega a R$ 510 mil anuais

SÃO PAULO – Em 2012, os salários no Brasil devem continuar crescendo, segundo estimativas divulgadas pela consultoria Robert Walters.

De acordo com a consultoria, o crescimento na remuneração se deve à falta de profissionais qualificados, sendo que, em 2011, os salários de altos executivos no Brasil apresentaram alta maior do que 10%, superando os acréscimos verificados em países como a Alemanha, por exemplo, cuja alta foi de aproximadamente 5%.

Ainda conforme o levantamento, só para se ter uma ideia, os salários iniciais de profissionais graduados em universidades top mais que duplicou nos últimos 12 anos, passando de R$ 1.500 em 2000 para cerca de R$ 4 mil este ano.

PUBLICIDADE

Executivos
No que diz respeito aos salários dos altos executivos, o estudo mostra que a remuneração bruta de um CFO (diretor financeiro) em São Paulo, por exemplo, supera o de profissionais em cidades como Paris e Madri, sendo que, na capital paulista, os salários deste profissional chegam a R$ 510 mil por ano, enquanto que, nas cidades citadas, estes valores são na ordem de R$ 445.968 e R$ 258.192, respectivamente.

No que diz respeito aos outros cargos do setor no Brasil, o estudo aponta as seguintes médias de remuneração anuais:

– head of controlling: R$ 310 mil;
– controller: R$ 205 mil;
– head of treasury (chefe da tesouraria): R$ 285 mil.

Vale lembrar que a carreira de controller diz respeito ao profissional de contabilidade especializado em controladoria para empresas privadas e públicas.