Impagável

Eike é bilionário às avessas, com dívida de US$ 1,2 bi; “quebrado”, diz fonte

Eike Batista já teve US$ 34,5 bilhões, mas atualmente seu patrimônio está negativo: já vendeu barcos, jatos, sua participação no Burger King, a MPX Energia e a LLX Logística

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Eike Batista é um bilionário às avessas, mostrou a Bloomberg nesta segunda-feira (10). A dívida do empresário bateu R$ 1,2 bilhão e já é tida como impagável – fazendo com que, uma fonte ouvida pelo portal iG, diga que ele está “quebrado”. No momento, ele corre para liquidar dívidas e controle da empresa. 

Eike Batista já teve US$ 34,5 bilhões, mas atualmente seu patrimônio está negativo: já vendeu barcos, jatos, sua participação no Burger King, a MPX Energia e a LLX Logística – além de alguns ativos da CCX Carvão, OGX Petróleo e MMX Mineração. O total de dívidas do empresário está em US$ 3,5 bilhões. 

Quer entender o que aconteceu com o império de Eike? Clique aqui.
Eike vende utensílios e material de escritório na internet para ganhar um “troco”

PUBLICIDADE

Eike tem uma dívida de US$ 2 bilhões com o fundo soberano de Abu Dhabi, o Mubadala, além de US$ 1,5 bilhão em empréstimos de ações de suas empresas. Eike só tem US$ 500 milhões em ações, mais US$ 600 milhões em dinheiro e uma garantia de embarques realizados no Porto Sudeste, no valor de US$ 374 milhões. Sobraria uma dívida de cerca de US$ 2 bilhões – mas que cairia para US$ 1,3 bilhões se os empréstimos concedidos não forem executados.

Ele ainda tenta vender três empresas: a mineradora de ouro AUX, a REX, do setor imobiliário e a IMX, de entretenimento. Além disso, Eike tenta vender algumas unidades da OSX para não ter problemas. Esse ano, ele terá que pagar US$ 150 milhões em juros para Mubadala e para a GE.

O empresário ainda pode sofrer pesadas multas com os processos judiciais, que agravariam sua situação. “Depois de anos na Justiça, Eike vai sair mais duro que a menina do cafezinho e, os credores, com metade da grana. Isso se ele não for preso. Se tudo isso acontecesse nos Estados Unidos, ele já estava em cana”, opina a fonte ouvida pelo iG.