É verdade que só é promovido quem trabalha demais?

"Na nossa cultura, valorizamos o hábito de ficar até tarde no trabalho, mas isso não mostra competência", explica consultora

SÃO PAULO – As pessoas acreditam que merecem ser promovidas porque trabalham em demasia, estão sempre atoladas de trabalho, ficam até tarde no escritório e praticamente não têm mais tempo para curtir a família e os amigos. Mas elas estão enganadas.

A promoção está diretamente relacionada com a capacidade de entregar resultados. De acordo com Irene Azevedo, consultora da DBM, empresa especializada na gestão do capital humano, estar atolado de trabalho não quer dizer que você está pronto para ser promovido.

A competência

“Na nossa cultura, valorizamos o hábito de ficar até tarde no trabalho, mas o fato de uma pessoa fazer muitas horas extras não mostra que ela é competente”, garante a especialista.

PUBLICIDADE

“Competência é conseguir entregar o que é pedido dentro do prazo, e com qualidade. E isso depende muito mais da capacidade de priorizar as atividades. No dia-a-dia, somos levados pelos inúmeros e-mails que recebemos, pelas reuniões desnecessárias e, no final, não realizamos o que é mais importante. Quem sabe dar prioridade tem mais chance de ser promovido, porque se expõe melhor”.

E quem visa à promoção deve saber priorizar as atividades sem a ajuda do superior direto. Há pessoas que precisam de alguém ao lado delas o tempo inteiro dizendo o que é preciso ser feito com mais urgência. Mas justamente essas dificilmente são valorizadas.

Irene alerta ainda para a importância de não querer “abraçar o mundo”. Segundo ela, a pessoa pode ser competente e responsável, mas se atrapalhar por querer realizar várias atividades. “Abraçar o mundo não necessariamente irá ocasionar a promoção”, sublinha.

O que leva à promoção?

Para ser promovido, segundo ela, um dos atributos mais importantes que o profissional deve ter é a capacidade de enxergar o todo e traçar metas corretas para seu departamento. “Ele precisa ter um norte para seguir no dia-a-dia. Quem tiver esse norte definido e conhecer seus pontos fortes e as oportunidades de melhoria, sabendo trabalhá-las, tem mais chance de conseguir uma promoção”, conclui.