E quando a promoção prometida não vem…o que fazer?

Consultora aponta atitudes que não devem ser tomadas por profissional, como gastar aquilo que ainda não ganha

SÃO PAULO – Um belo dia você chega ao trabalho e recebe a informação tão esperada: em breve você será promovido! O salário deverá aumentar e, com isso, as responsabilidades também. Tudo bem, afinal, você está preparado. Mas quando, exatamente, isso irá acontecer?

“O ideal seria, quando informado da possibilidade de promoção, o profissional questionar qual o prazo para ser promovido. Porque ela [a promoção] depende da autorização de outras pessoas e também depende do RH (recursos humanos)”, explica a supervisora de Consultoria Virtual e Serviços de Apoio à Carreira da Catho Online, Gláucia Santos.

Depois de ter questionado o prazo, em 30 dias, você espera uma semana, mais outra e, quando se depara, já se passou um mês, e nada. O que fazer? Neste caso, a supervisora indica ao profissional que converse com o chefe, pelo menos até receber o holerite. “Pode ser um problema de RH e o chefe poderá acioná-lo. Também, se houver alguma objeção à promoção, ela já fica clara”.

Quando o prazo não é dado…

PUBLICIDADE

Se a comunicação sobre a promoção é feita, mas o prazo não é dado, depois de dois, três meses, o profissional deve ficar preocupado e questionar o chefe. Mas nada de cobrá-lo. “Não existe uma legislação que obrigue a empresa a formalizar a promoção porque o acordo foi feito verbalmente. Ela pode mudar de idéia”, diz Gláucia.

Isso acontece em três situações. A primeira delas é quando a empresa está passando por dificuldades financeiras e realmente não tem como arcar com uma promoção. Além disso, em uma segunda situação, o setor do profissional precisa de mais colaboradores e, então, em vez de promovê-lo, resolve por contratar mais um. Nestes casos, a empresa muda de idéia e não comunica, porque a informação é sigilosa. Cabe ao profissional correr atrás de uma justificativa.

Outro caso em que a empresa pode mudar de idéia diz respeito à mudança de comportamento do profissional. “Nesse caso ele é informado”, explica Gláucia, que completou dizendo que ele deve questionar o que fazer para conseguir a promoção.

Enquanto ela não chega…

Controle a ansiedade. Enquanto a promoção não vem, veja atitudes que você não deve tomar:

  • Não faça planos com o dinheiro para que a promoção não vire um pesadelo;
  • Sempre foque no seu desempenho no trabalho, e não na promoção;
  • Cuidado para não relaxar ou achar que está “com a bola toda”;
  • Se preserve. Em algumas situações, a promoção é comunicada a todos, porque mexe com a equipe. Em outras, como não há mudança na rotina, ela não é informada. Neste caso, não precisa sair falando para todo o mundo…afinal, ela ainda é só uma possibilidade.

Se ficou sabendo de uma possível promoção por fofoca no corredor, apenas questione seu chefe sobre a possibilidade de crescimento na empresa, sem fazer mais fofoca ainda. Se recebeu uma sinalização do chefe, chame-o para a conversa. “Você me falou que tinha uma possibilidade, existe um prazo para isso?”, finaliza Gláucia.