Educação

”É fácil subestimar o valor da universidade”, disse Bill Gates

Uma das pautas e prioridades da Bill & Melinda Gates Foundation, instituição filantrópica que comanda com sua esposa, foi tornar o ensino superior acessível a todos

SÃO PAULO – Um dos homens mais ricos do mundo, Bill Gates deixou de cursar a Universidade de Harvard em 1975 para trabalhar na Microsoft. O ex-CEO da empresa disse recentemente que é fácil “subestimar o valor da universidade”.

“Eu acredito que o valor de ter uma boa educação – isto é, ir à faculdade – é fácil de ser subestimado. Os empregos mais interessantes requerem o ensino superior. Os empregos relacionados à ciência, tecnologia, engenharia e matemática são provavelmente os mais interessantes, embora não sejam para todos. O valor de continuar curioso – ler muito e aprender novas coisas mesmo após a universidade, também é curioso”, escreveu Gates em um fórum do site Reddit.

A questão da educação é um ponto pelo qual Bill Gates sempre se interessou: além de o executivo afirmar ler mais de 50 livros por ano, uma das pautas e prioridades da Bill & Melinda Gates Foundation, instituição filantrópica que comanda com sua esposa, foi tornar o ensino superior acessível a todos.

PUBLICIDADE

Segundo o Tech Insider, mesmo não terminando a universidade, Gates recebeu um diploma honorário em 2007 de Harvard.