Da Bloomberg

Durou pouco: Marcel Telles está próximo de sair de ranking dos 100 mais ricos

Ao contrário de outros bilionários brasileiro que já deram o ar de sua graça no ranking, Telles obteve sua riqueza com trabalho

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Marcel Telles passou poucos dias no ranking dos mais ricos do mundo. A queda de 5,01% das ações da Ambev (ABEV3) deve fazer com que o brasileiro deixe a 98ª posição do ranking dos 100 mais ricos, com uma fortuna estimada em US$ 11,2 bilhões – já que mais de 75% de sua riqueza vem de ações da controladora. 

Ao contrário de outros bilionários brasileiro que já deram o ar de sua graça no ranking, Telles obteve sua riqueza com trabalho. Muito trabalho. Ele é o principal responsável pela transformação da Brahma de uma cervejaria regional e mal-administrada em um colosso dono das principais marcas do mundo. 

Quer saber tudo sobre os grandes líderes e suas ideias? Clique aqui.

PUBLICIDADE

Telles é um dos três sócios do 3G. Um dos principais funcionários do Banco Garantia, de Jorge Paulo Lemann, o bilionário se uniu com seu antigo chefe e Beto Sicupira, outro dos principais funcionários para liderar a principal aquisição do grupo, ainda na década de 1980. Com uma disciplina incrível e determinação, criou uma das culturas empresariais mais fortes do mundo. 

Com Lemann e Sicupira, 28º e 122º mais ricos do mundo, Telles comanda a Ambev, Burger King, Lojas Americanas e Heinz. Vira e mexe, é dito na imprensa que eles planejam uma grande aquisição internacional: Avon, Pepsico e até a gigante Coca-Cola já foram apontadas como alguns dos alvos. 

Mesmo próximo de perder a sua posição entre os 100 mais ricos, Telles ainda é o terceiro homem mais rico do Brasil, atrás do próprio Lemann e de Joseph Safra, comandante do Banco Safra. Não há dúvidas de que, mantida as coisas como estão, Telles alcançará o ranking novamente em poucos dias. 

Além do banqueiro e dos três sócios oriundos do Banco Garantia, outros três brasileiros entram no ranking da Bloomberg, que vai até a 200ª posição. Os irmãos Marinho – João, Roberto e José, das Organizações Globo, estão na 150º, 151ª e 153ª posições.