Greve Geral

Doria desiste de oferecer Uber e 99 de graça para servidores durante greve na sexta, diz jornal

Segundo a assessoria da prefeitura de São Paulo, não foi possível obter gratuidade nesses dois serviços como anteriormente havia sido anunciado 

SÃO PAULO – O prefeito de São Paulo, João Doria, desistiu de oferecer Uber e 99 de graça para servidores municipais irem trabalhar na sexta-feira (28), voltando atrás na sua decisão anunciada ontem através de sua página no Facebook. As informações do jornal Folha de S. Paulo

Segundo o jornal, o plano era que os aplicativos fizessem uma doação à prefeitura, reembolsando os motoristas que transportassem os servidores, mas a assessoria de imprensa da prefeitura de SP disse que “não foi possível obter gratuidade”. O sindicato da categoria, que representa cerca de 129 mil trabalhadores, declarou adesão à greve. 

Conforme apurou a Folha, um formulário online foi enviado aos servidores solicitando informações como RG, endereço, órgão no qual trabalha e email, mas o link vazou na internet e começou a ser divulgado por apoiadores da greve, que pediram com que todos fizessem cadastros falsos.

PUBLICIDADE

A assessoria da prefeitura disse, contudo, que foram mantidos os descontos de R$ 20 nos dois aplicativos para duas viagens realizadas, na sexta-feira (28), a todas as pessoas que precisem trabalhar, totalizando R$ 40 ao dia, mas que não será necessário nenhum código disponibilizado pela prefeitura, já que a base de dados da prefeitura não foi compartilhada e o benefício foi estendido para todos.