Dicas

Dois modos de usar o coração para desenvolver sua liderança

Para melhorar o seu desempenho no ambiente de trabalho você precisa amar aquilo que faz e acreditar nos seus sentimentos

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Embora muitas empresas acreditem que a melhor maneira de engajar um funcionário é oferecendo a ele uma série de benefícios materiais, uma pesquisa recente do Institute of HeartMath aponta que a melhor maneira de garantir a satisfação de um colaborador – e desenvolver a sua liderança! – é por meio do seu coração.

Isso significa que para melhorar o seu desempenho no ambiente de trabalho você precisa amar aquilo que faz e acreditar nos seus sentimentos. Confira duas coisas que você precisa saber para usar o coração e desenvolver sua liderança.

1. O coração é o motor ideal do desempenho humano
A pesquisa realizada pela HeartMath buscou identificar o que é necessário estar no cérebro, no corpo e no sistema nervoso de uma pessoa para que ela pense de maneira clara, mantenha a compostura e apresente 100% do seu desempenho. O diretor de pesquisa da empresa, Dr. Rollin McCraty, explica que “os sinais enviados pelo coração afetam os centros cerebrais envolvidos na tomada de decisões e na habilidade de percepção”. Ou seja, você se sairá melhor em cargos de liderança se for capaz de monitorar e entender seus sentimentos.

Aprenda a investir na bolsa

2. As emoções guiam o desempenho
A maior crença a respeito da liderança é que a emoções minam a capacidade de tomar boas decisões e outras tarefas cognitivas e, portanto, não têm lugar no ambiente de trabalho. No entanto, a pesquisa deixa muito claro que a repressão dos sentimentos inibe as funções humanas. Segundo McCraty, as emoções guiam a bioquímica do corpo humano e os sentimentos e emoções são capazes de determinar o nível de engajamento no trabalho, o que motiva um funcionário a se importar com os acontecimentos.

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.