Carreira

“Dobrar seu patrimônio não vai fazer você mais feliz”, afirma Warren Buffett

Empresário admitiu que gostava mais dos dias em que ele tinha uma mera fração de seu patrimônio líquido atual

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Embora o megainvestidor Warren Buffett seja um dos homens mais ricos do mundo, com um patrimônio de US$ 91,1 bilhões, ele afirma que ter mais dinheiro não é a chave para a felicidade. Na verdade, o CEO da Berkshire Hathaway admitiu que gostava muito dos dias em que ele tinha uma mera fração de seu patrimônio líquido atual.

“Eu não estava infeliz quando eu tinha US$ 10 mil. Eu me divertia muito”, disse Buffett entrevista ao CNBC nesta segunda-feira (26) na segunda-feira.

Buffett diz que as pessoas tendem a pensar que ter mais dinheiro as tornará mais felizes. “Se você tem US$ 100 mil e é uma pessoa infeliz e pensa que US$ 1 milhão vai resolver seus problemas. Mas isso não vai acontecer”, diz o bilionário de 87 anos.

PUBLICIDADE

Buffet lembra que é comum a pessoa ter um patrimônio alto, de  US$ 2 milhões por exemplo, mas ficar insatisfeita porque percebe que outras pessoas que já acumularam muito mais do que isso. “E você não será mais feliz se duplicar seu patrimônio líquido”, atesta.

Para Buffett,as pessoas que estão enriquecendo devem aproveitar o dinheiro e não ficarem apenas concentradas em ganhar mais e mais. “Você pode se divertir muito enquanto está ficando rico”, afirma. Em ressonância ao sentimento de Buffett, uma pesquisa coordenada pela professora Elizabeth Dunn, da Universidade Brtish Columbia, mostra que as pessoas assumem que ter e gastar dinheiro os tornarão mais felizes.   

Nesse mesmo estudo, os pesquisadores constataram que “o tempo é a nova moeda para muitas pessoas”, explica Dunn. “As pessoas não têm dinheiro ilimitado, então comprar uma coisa significa não poder pagar por outra coisa. Então elas optam por gastar dinheiro de maneiras que realmente as deixam feliz. Essa é uma estratégia realmente promissora”, conta a professora.

Embora Buffett more na mesma casa que comprou em 1958 e classifique esse como um dos investimentos que lhe deixou mais satisfeito, ele conta que se uma casa de US$ 100 milhões o fizesse muito mais feliz ele compraria. “Mas para mim eu moro na melhor casa do mundo, então não tem porque gastar com isso”, explica.

 Você quer começar a investir para aumentar seu patrimônio? Abra uma conta na XP.